•  
  •  
  •  
  •  

Os Anos 70 foram libertadores e todo jovem sonhava com uma vida cruzando as estradas do mundo, ou até mesmo em criar uma banda com os amigos. Quem não teve oportunidade de fazer nada disso viajava nas séries de TV, que eram bem musicais na época. Uma dessas séries, a Família Dó-Re-Mi, foi exibida pela Rede Globo nos Anos 70 e teve um total de 96 episódios.

O programa foi ao ar pela ABC e rapidamente se tornou um sucesso, transformando os terninhos de veludo, babados no pescoço e David Cassidy em obsessões mundiais.

Por quatro temporadas, os telespectadores cantaram junto com a atriz vencedora do Oscar, Shirley Jones e sua família fictícia, interpretada por Susan Dey, Danny Bonaduce, Suzanne Crough, Brian Forster e o enteado Cassidy de Jones. Dave Madden completou o grupo como o empresário Reuben Kincaid.

A série foi baseada na família de cantores da vida real, The Cowsills, e tinha uma doce inocência, conduzindo os telespectadores pelo início dos anos 70 com um perfil totalmente suave e musical. Não era exatamente uma contracultura, mas a TV nunca tinha visto nada parecido e a audiência disparou, junto com as vendas de álbuns da Família Dó-Ré-Mi. Apesar do fato de Jones e Cassidy serem os únicos dois membros do elenco que realmente se apresentavam tocando e cantando, todo o grupo foi nomeado para o Grammy de Melhor Novo Artista em 1971, mas acabaram perdendo para os Carpenters. O maior sucesso da banda, I Think I Love You, alcançou o primeiro lugar nas paradas da Billboard em 1970, superando, nada mais nada menos, que Let It Be, dos Beatles. A série também foi indicada ao Globo de Ouro de Melhor programa de TV por dois anos consecutivos.

Screen Gems, o estúdio por trás de A Feiticeira (Bewitched), estava procurando por uma continuação de The Monkees, que terminou sua exibição na NBC em 1968, e a ABC estava procurando por um novo sucesso para juntar-se a The Brady Bunch, que algumas emissoras do Brasil chamaram de Família Sol-Lá-Si-Dó. A Família Dó-Ré-Mi conta a história de uma viúva do norte da Califórnia que começa uma banda de garagem com os seus cinco filhos.

A vencedora do Oscar, Shirley Jones, foi escolhida como a mãe e aceitou o papel para a série.

Por mais que eu gostasse de The Brady Bunch, eu não queria ser exclusivamente a mãe que fica em casa fazendo as coisas domésticas”, disse Jones, 86, ao The Hollywood Reporter. “A Família Dó-Ré-Mi tinha o componente adicional da música, que eu adorei.”

O enteado de Jones, David Cassidy, filho do seu marido e estrela do teatro musical, Jack Cassidy, foi escalado como o filho mais velho, Keith. “Na verdade, acho que nosso relacionamento na vida real, nossa proximidade, nos ajudou na série”, diz Jones. Quanto aos outros irmãos, o estúdio estava menos seguro.

“Quando fizemos o teste, eles tinham quatro Famílias Partridge prontas para o elenco”, lembra Danny Bonaduce, que tinha 10 anos quando fez um teste para o filho do meio, Danny Partridge. “Eles filmaram uma versão sem mim. E outra comigo.” Uma versão em que Bonaduce fingia cantar e tocar um baixo.

A crítica positiva do Hollywood Reporter afirmou que Bonaduce tinha “talvez o talento de atuação mais direto de todas as estrelas infantis”. Na série, a música “I Think I Love You” lança a banda e na vida real a canção alcançou o primeiro lugar na parada da Billboard, em novembro de 1970, transformando Cassidy em um ídolo pop, no mesmo nível que Justin Bieber tem hoje. O programa real nunca passou da 16ª posição, com uma média de 14 milhões de espectadores por semana, nos Estados Unidos, mas foi transmitido também em diversos Países.

“Ele era a pessoa mais famosa do planeta”, disse Bonaduce sobre Cassidy, que morreu de insuficiência hepática em 2017, aos 67 anos, após lutar contra o alcoolismo. “Tudo o que ele fez significou muito para muitas pessoas.”

David Cassidy – Photo by Walt Disney Television via Getty Images Photo Archives

Embora a série fosse um sucesso e as vendas de discos estivessem no topo das paradas, o elenco não estava ficando mais rico. O mais flagrante foi a exploração de Cassidy, que se tornou um ídolo adolescente e superstar. Ele estava lotando estádios e sendo cercado por fãs em todos os lugares que aparecia. Ele voltava para casa e encontrava mulheres nuas em sua casa ou até mesmo acampadas em seu carro.

Produtos com a sua imagem estavam por toda parte. As empresas estavam fazendo fortuna com o ator e o seu contrato não exigia que pagassem royalties ou mesmo pedissem sua permissão. Garotas que pagavam para entrar no fã-clube de David Cassidy não faziam ideia de que as suas contribuições estavam enchendo os bolsos de pessoas que o ator não conhecia e muito menos autorizava a usar seu nome. Lancheiras, camisetas, pôsteres, jogos de tabuleiro e tudo o mais que você possa imaginar tinha o seu rosto estampado, mas ele ganhava um salário fixo de míseros US $ 600 por semana.

Ele só foi capaz de alterar os termos do seu contrato, quando o seu gerente percebeu que ele era menor de 18 anos quando o assinou. Então, finalmente, ele foi capaz de renegociar e conseguir uma boa parte do lucro, bem como um novo salário semanal que refletia o seu status de estrela.

Cassidy também encontrou sua própria maneira de se rebelar contra a imagem totalmente limpa criada pelo estúdio. Em maio de 1972, ele deu uma entrevista provocativa à Rolling Stone. O artigo falava sobre o uso de drogas e também sobre suas proezas sexuais. Para provar que não era o ídolo adolescente bonzinho divulgado pela imprensa, ele posou nu na capa, em uma foto de Annie Leibovitz.

Não lembro se a Família Dó-Ré-Mi fez muito sucesso no Brasil, mas sei que eu assistia todos os episódios com a minha família e sonhava em viajar nesse ônibus da série. Nunca comprei nenhum disco da Família Dó-Ré-Mi e provavelmente escutava algumas músicas da série que tocavam em rádios da época.

Para que você tenha uma ideia do poder que essa série teve, basta olhar a lista de estrelas convidadas para fazer pontas nos episódios. A Família Dó-Ré-Mi apresentava algumas estrelas convidadas, incluindo novatos que eventualmente se tornariam astros por seus próprios méritos.

Jodie Foster, uma jovem pré-taxista, era filha de um dos pretendentes de Shirley, cuja paixão por Danny a levou a dar um soco no olho dele.

Farrah Fawcett teve uma participação especial quando uma jovem ajudou Danny e Reuben a desacreditar o veterinário da TV, Harry Morgan, e as suas colegas de Charlie’s Angels, Jaclyn Smith e Cheryl Ladd, também tiveram seus momentos no programa.

Muitos famosos apareceram em A Família Dó-Ré-MI, ​entre eles Michael Ontkean (Twin Peaks), Ray Bolger e Margaret Hamilton (O Mágico de Oz), Louis Gosset Jr., Mark Hamill, que ainda não era Luke Skywalker, mas interpretou o namorado de Laurie, Charlotte Rae de Vivendo e Aprendendo (The Facts of Life), Tony Geary (General Hospital), Nancy Walker (Rhoda) e em uma aparição, sem créditos, de Johnny Cash.

Muitas estrelas participaram, mas quem causou o maior impacto foi a futura mãe de Caras & Caretas (Family Ties), Meredith Baxter. Ela e Cassidy iniciaram um relacionamento breve, mas intenso. Porém sua agenda de turnês e aparições tornavam quase impossível que os atores ficassem juntos e tudo acabou quando a atriz foi escalada para uma nova série, Bridget Loves Bernie, onde se apaixonou pelo ator David Birney.

A Família Dó-Ré-Mi era de um tempo em que ninguém maratonava série, todo mundo só queria sentar no sofá da sala e assistir a um programa na TV, que ainda era em preto e branco nessa época.

Assista a sensacional abertura de A Família Dó-Ré-Mi

Na Amazon você encontra muitos produtos da Família Dó-Ré-Mi.

Acesse Aqui: