•  
  •  
  •  
  •  

Em 1967 eu ainda não estava escutando nenhum hino do Rock, mas foi um ótimo ano para os álbuns, com o lançamento de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, Are You Experienced, The Doors e vários outros. Foi também um ano fantástico para os singles e muitas das faixas que estão em nossa lista das 10 melhores músicas de 1967 foram lançadas como singles independentes, porque é assim que as coisas eram feitas nos anos 60. O importante é que elas fazem parte da lista com as melhores músicas já gravadas e são Clássicos do Rock que ainda fazem muito sucesso até hoje.

Como toda lista, essas 10 melhores músicas de 1967, são uma opinião minha e se você achar que faltou alguma, é só comentar em nossas Redes Sociais.

Ruby Tuesday

The Rolling Stones
Between the Buttons (1967)

Os Stones estavam como a maioria das bandas em 1967, ansiosos para tentar algo novo. A banda, resolveu deixar de lado os seus blues e R&B e seguiram em outra direção. Guiado por um violoncelo e gravador, Ruby Tuesday é, provavelmente, uma versão rural britânica das explorações pré-psicodélicas dos hippies americanos, com canções definidas principalmente por seus sons pacíficos. Essas músicas renderam o excelente álbum Between the Buttons, que você encontra na Amazon.

I Can See for Miles

The Who
The Who Sell Out (1967)

Em 1967 o The Who já estava no seu terceiro álbum e The Who Sell Out foi totalmente conceitual e desenvolvido em torno de uma estação de rádio fictícia. É repleto de comerciais, fragmentos de músicas e criado de forma livre, algo que a banda, raramente, visitou novamente. I Can See for Miles foi o único single do álbum e uma das poucas músicas a apresentar uma estrutura musical tradicional. A banda atingiria seu pico criativo nos próximos anos, mas I Can See for Miles continua sendo sua única música no Top 10 dos EUA. Você encontra esse álbum na Amazon.

Somebody to Love

Jefferson Airplane
Surrealistic Pillow (1967)

Esse álbum de estreia da Jefferson Airplane, lançado em 1966, foi meio irregular. Eles resolveram contratar um novo vocalista para o LP e Grace Slick marcou sua presença nessa música fantástica que ela havia gravado originalmente com uma banda de São Francisco, a Great Society. Slick oferece uma de suas melhores performances e toda a banda se junta de forma brilhante para criar um dos momentos mais marcantes em Somebody to Love, que você encontra na Amazon.

Sunshine of Your Love

Cream
Disraeli Gears (1967)

Eric Clapton, que na época não era tão chato, foi a estrela do Cream, mas desde a primeira nota percebemos que o riff de abertura do baixista Jack Bruce e a bateria sempre ativa de Ginger Baker, impulsionam o hit pioneiro da banda. Ainda assim, um solo mas caloroso de Clapton coloca a música em alta velocidade. Como várias outras faixas dessa lista, das 10 melhores músicas de 1967, Sunshine of Your Love se tornou sinônimo do crescente movimento hippie da época. É só escutar para sentir esse clima de liberdade. O álbum esta disponível na Amazon

Brown Eyed Girl

Van Morrison
Blowin Your Mind (1967)

Entre a banda Them e uma longa e fértil carreira solo baseada no Celtic, R&B e Jazz, Van Morrison gravou várias canções pop. A enérgica e dançante Brown Eyed Girl foi o primeiro e maior sucesso de sua curta tentativa de alcançar o sucesso. Quase imediatamente após essa música chegar ao Top 10, ele foi para o estúdio e gravou sua obra-prima Astral Weeks, na esperança de recuperar o seu breve flerte com o Top 40. Morrison pode odiar Brown Eyed Girl, mas essa música está na minha playlist de Rock Clássico. Você encontra Blowin Your Mind na Amazon.

For What It’s Worth

Buffalo Springfield
Buffalo Springfield (1966)

Você precisa escutar For What It’s Worth com o som no máximo. Desde as primeiras linhas – “There’s something happening here / What it is ain’t exactly clear” (“Há algo acontecendo aqui / O que é, não está exatamente claro”) percebemos que o único sucesso no Top 10 do Buffalo Springfield, foi o som da revolução se formando. Stephen Stills escreveu For What It’s Worth depois que a polícia de Los Angeles reprimiu os jovens que frequentavam boates e bares na Sunset Strip, um trecho que fica na Sunset Boulevard, em West Hollywood e faz parte da história do rock dos anos 1960, 1970 e 1980. O mais interessante é que essa música evoluiu, durante os anos, para um hino anti-guerra e não poderia faltar nessa lista das 10 músicas de 1967. Você encontra esse álbum na Amazon.

Light My Fire

The Doors
The Doors (1967)

Esse single inovador do The Doors foi lançado no verão de 1967, conhecido como Summer of Love, um acontecimento que mudou o Mundo e teve origem numa passeata pela paz, no dia 18 de abril de 1967, em Nova York. Essa música foi a trilha sonora perfeita para as emoções variadas e conflitantes que rodeavam a cultura dominante dessa época. Com sete minutos, Light My Fire combina bem com o verão de 1967. Que outro período de tempo permitiria um solo de teclado dessa magnitude? Além disso, a banda está em sua melhor forma e apoia bem os uivos de Jim Morrison nessa música, que você encontra na Amazon.

Let’s Spend the Night Together

The Rolling Stones
Between the Buttons (1967)

Gravado na mesma época que Between the Buttons e Ruby Tuesday, em 1967, Let’s Spend the Night Together serviu como uma ponte entre o R&B anterior dos Stones, para as faixas e os registros mais musicalmente aventureiros desse álbum. A música fala sobre Mick Jagger tentando “conquistar” alguma garota. É isso mesmo, 1967 iniciou um admirável mundo novo e todos queriam participar. Let’s Spend the Night Together está disponível na Amazon.

Strawberry Fields Forever

The Beatles
Strawberry Fields Forever /(1967)

Strawberry Fields Forever marcou o início de Sgt. Pepper’s. A sessão de gravação do álbum foi junto com Penny Lane e ambas as faixas entraram no álbum Magical Mystery Tour. Em 2011, a Rolling Stone falou que ela foi a terceira melhor música da banda e a 76ª melhor de todos os tempos. Escrita por John Lennon, a música é uma verdadeira obra-prima, mas não fala sobre um campos cheios de morangos. Fica claro que a música não é tão feliz quanto a melodia pode sugerir e fala sobre as inseguranças de Lennon e a sua infância difícil. Você encontra esse Álbum na Amazon.

Purple Haze

The Jimi Hendrix Experience
Are You Experienced? (1967)

Para encerrar essa lista, a sensacional Purple Haze. Essa música é uma mistura perfeita do que Jimi Hendrix fazia de melhor, blues e psicodelismo, esse conjunto a torna uma das melhores músicas de 1967, iniciando com aquele riff de guitarra monstruoso que abre Purple Haze. A partir daí, é uma viagem sonora após a outra, enquanto Hendrix e seus companheiros de banda rugem pela faixa, com lamentos ensurdecedores, ea guitarra de Hendrix brilha no ritmo da música. 1967 e o seu Summer of Love mereceram muito isso. Esse álbum está disponível na Amazon.

Artigo: Hugo Machado