•  
  •  
  •  
  •  

Todo mundo torcendo para os robozinhos da NASA enviarem fotos de algum monstro marciano e dessa vez passou bem perto. A NASA compartilhou um novo lote de fotos do Planeta Marte e, entre elas, tinham rochas parecidas com vermes saindo da superfície marciana. Existem vários rovers/sondas explorando o Planeta Marte e a NASA espera lançar sua primeira missão humana em 2030. Há muita esperança de que um dia o Planeta Vermelho possa ser um lar para futuros humanos, já que o homem não consegue preservar as reservas naturais do nosso Planeta. Mas ainda há muito trabalho a ser feito, antes que isso realmente aconteça. Para chegar lá, inúmeras pesquisas estão acontecendo enquanto escrevo esse artigo.

Apenas no mês passado, várias descobertas e marcos foram alcançados em Marte. O rover Perseverance da NASA foi capaz de operar por conta própria pela primeira vez, o helicóptero Ingenuity sobrevoou o Planeta Vermelho e a sonda InSight criou um mapa interno das muitas camadas de Marte, a primeira que mostra um Planeta diferente da Terra. Também houve centenas de novas imagens enviadas por esses robôs, mostrando detalhes deslumbrantes da superfície rochosa e das colinas de Marte.

Como as últimas fotos do Curiosity, que revelaram uma formação rochosa muita estranha, semelhante a um verme e que nunca foi vista em Marte. A foto acima mostra as rochas à distância e sua aparência é bem esquisita, apesar da formação ter apenas alguns centímetros de tamanho. Esta formação se destaca porque é bem diferente da poeira usual e detritos de rocha que se espalham pela superfície marciana. Olhando rapidamente para a foto, seria fácil confundir as rochas com cobras ou vermes saindo do solo.

Olhando para imagem em zoom da formação rochosa, podemos perceber bem os seus pequenos detalhes. A foto mostra uma forma verdadeiramente única, com pequenos orifícios ao longo do seu corpo e uma textura muito áspera. A rocha semelhante a um verme foi descoberta pelo Curiosity na cratera Gale de Marte, onde vive a montanha Mount Sharp. A NASA acredita que a rocha é feita de material do planeta e que pode suportar a erosão severa à qual muitas outras rochas estão suscetíveis, o que é especialmente impressionante se considerarmos a forte poeira e vento próximo à área da cratera Gale.

Comentando sobre a descoberta, a geóloga da NASA, Abigail Fraeman, disse que é uma “imagem particularmente caprichosa de uma textura de rocha interessante. Continuo a ficar deslumbrada com as texturas que estamos vendo, especialmente a prevalência de saliências de centímetros e protuberâncias saindo da rocha.” Fraeman continuou: “essa rocha se resume a isso, mas isso também não é uma coisa ruim. Certas descobertas de Marte abrem caminho para o aprendizado de pontos de dados importantes sobre o planeta, e há outras como esta que são mais leves. Ambos são importantes na exploração espacial porque cada descoberta é apenas isso – uma descoberta“.

Sempre imaginamos que Marte seria um Planeta cheio de organismos estranhos e quem sabe, num futuro bem próximo, os robôs da NASA consigam enviar uma imagem de um ser vivo. Afinal, não estamos sozinhos nessa aglomeração de Galáxias.

Você Encontra Todos os Produtos do Universo Apple no Site das Americanas

Acesse Aqui: