•  
  •  
  •  
  •  

A primeira fase do Universo Cinematográfico Marvel tinha uma missão simples: mostrar a criação dos Vingadores. As duas fases seguintes foram um pouco mais longe, preparando a chegada apoteótica de Thanos e a sua busca pelas Joias do Infinito e depois chegando ao gigantesco final com Vingadores: Ultimato. Embora a Fase 4 do UCM seja uma mistura de programas do Disney+ e lançamentos de filmes nos cinemas, ainda não houve um objetivo final estabelecido. Então, podemos perguntar: o que eles estão preparando?

O Barão Zemo voltou ao UCM na série O Falcão e o Soldado Invernal. Sua primeira aparição no Universo Cinematográfico Marvel foi em Capitão América: Guerra Civil, mas ele não era nada parecido com o personagem dos quadrinhos. Nos filmes, Zemo era simplesmente um homem em busca de vingança, depois que a guerra contra Ultron destruiu Sokiva e custou a vida de sua família.

Nos quadrinhos da Marvel, Helmut Zemo é filho de um dos líderes da Hydra. Criado por Roy Thomas, Tony Isabella e Sal Buscema em Capitão América #168 de 1973, o Zemo mais jovem carregou a tendência de seu pai para a destruição e domínio mundial. Depois de falhar em várias ocasiões com seus Mestres do Mal, Zemo criou um grande plano e transformou o seu grupo de vilões em uma equipe de heróis chamada Thunderbolts. Apesar de suas intenções, a equipe se transformou em uma parte central do Universo Marvel e acabou superando tudo que Zemo poderia ter imaginado.

Thunderbolts vs Hulk

A primeira aparição dos Thunderbolts foi em Incredible Hulk #449, de 1996, de Peter David e do Brasileiro Mike Deodato Jr. Uma equipe superpoderosa ataca o Hulk e se revela como os Thunderbolts. Essa equipe incluiu Mach-1 (Besouro), Meteorito (Rocha Lunar), Atlas, Armador e Soprano. No entanto, Hulk se rendeu e esperou que o líder, Cidadão V, aparecesse. Embora ele surgisse com uma fantasia que tinha o vermelho, branco e azul da bandeira dos EUA, o homem sob a máscara era o Barão Zemo e os heróis desta equipe eram verdadeiramente os Mestres do Mal.

O Barão Zemo criou a equipe para derrubar o seu principal inimigo, o Capitão América. No entanto, o Sentinela da Liberdade, junto com os Vingadores e o Quarteto Fantástico derrotaram os Thunderbolts e todos, aparentemente, morreram na batalha. Diante disso, Zemo começou a sugerir que o grupo tinha apenas heróis, esperando que com isso ele tivesse acesso à S.H.I.E.L.D. e aos arquivos dos Vingadores, podendo usá-los para lucrar com a venda dos dados para o submundo do crime. Mas os Thunderbolts gostaram de atuar como heróis e quando a adolescente Jolt se juntou a eles, a equipe abraçou ainda mais esse perfil heróico.

O Barão Zemo acabou então cometendo um grande erro. Em Thunderbolts #10, de Kurt Busiek e Mark Bagley, Zemo decidiu que forçaria os Thunderbolts a retornar para o caminho do mau e por isso resolveu revelar suas identidades à todos, com a ajuda da S.H.I.E.L.D. Após essa revelação os mais novos heróis passaram a ser odiados por todos. Quando os Thunderbolts se recusaram a seguir Zemo, ele acabou controlando a mente dos Vingadores e do Quarteto Fantástico e os enviou atrás da equipe. Felizmente, o Homem de Ferro não foi afetado e ajudou os Thunderbolts a derrotar Zemo.

Com a saída do Barão Zemo, era hora dos Thunderbolts se reagruparem e descobrirem os próximos passos. Então, em Thunderbolts #20 de Busiek e Bagley, eles finalmente tiveram a chance de encontrar a redenção quando o Gavião Arqueiro apareceu e se ofereceu para ser o novo líder dos Thundebolts.

O Barão Zemo, um dos vilões mais desprezíveis da história, pode ter criado os Thunderbolts como parte de seus planos maquiavélicos mas a equipe, em constante evolução, ainda continua sendo uma alternativa para os vilões fazerem algo de bom no Universo Marvel, mesmo depois de 20 anos.

Depois da Saga Massacre (Onslaught: Marvel Universe), o Quarteto Fantástico e os Vingadores foram aparentemente vaporizados da face da Terra. Não só essas duas grandes equipes se foram, mas também sumiram os super-heróis em que as pessoas mais confiavam. Restando apenas o Homem-Aranha, os X-Men e o Hulk.

Para preencher esse vazio heroico, o Barão Zemo criou uma suposta equipe de super-heróis composta por membros dos Mestres do Mal, conforme dissemos antes, criando identidades falsas para eles e fazendo com que ganhassem a confiança do público, na esperança de que isso o levasse à conquistar o mundo. Apesar desse plano, certos membros dos Thunderbolts perceberam que queriam realmente ser heróis e se opuseram à Zemo. Foi aí que o Gavião Arqueiro assumiu a equipe e formou esse grupo de heróis fora da lei, que lutam pela redenção. Mais um motivo para acreditarmos que os Thunderbolts estão chegando ao UCM.

Os Thunderbolts então se tornaram uma equipe administrada pelo governo e isso foi a resposta da Marvel ao Esquadrão Suicida da DC. Um novo líder, Norman Osborn, politizou o seu caminho para administrar uma nova equipe dos Vingadores, copiando a ideia de Zemo de transformar vilões em heróis. Foi assim que surgiu os Vingadores Sombrios, com membros como o Mercenário, fingindo ser o Gavião Arqueiro e Venom fingindo ser o Homem-Aranha. Ao contrário dos Thunderbolts, os Vingadores Sombrios foram um exemplo que fracassou em todas as frentes e a equipe desmoronou. Uma vez que Osborn foi deposto, Luke Cage assumiu e o grupo se tornou muito menos corrupto.

Depois das séries do Falcão e o Soldado Invernal e Loki e do filme da Viúva Negra estamos percebendo que os Thunderbolts ou a sua equipe irmã, os Vingadores Sombrios, estão chegando ao Universo Cinematográfico da Marvel.

A equipe Thunderbolts renasceu várias vezes nas HQs, sempre como uma força do bem, uma força do mal fingindo ser do bem e uma força do mal derrubando ameaças ainda piores. Com a revelação de vários novos personagens nas séries que citamos acima, além daquela cena pós-créditos de Viúva Negra, parece que os Thunderbolts estão chegando ao UCM.

Visite a Seção Especial Marvel na Amazon.

Acesse Aqui: