•  
  •  
  •  
  •  

Em nosso mundo real, todos nós conhecemos o Papai Noel como aquele ser mágico e bonzinho que, de alguma forma, tem a capacidade de entregar presentes para todas as famílias do mundo na véspera de Natal. No entanto, nos Quadrinhos da Marvel, há uma explicação mais específica de suas super capacidades, na verdade o Papai Noel é um mutante.

Ao descobrir que o Papai Noel era um mutante, o Cérebro também determinou que ele era um mutante nível Omega, o mais poderoso que existe. Os poderes foram concedidos a ele por seu gene X, que oferece várias habilidades e uma delas é a capacidade dele fazer o que faz todos os anos, no dia 24 de dezembro.

Na verdade o Papai Noel da Marvel é muito poderoso, ele possui manipulação da realidade, imortalidade, manipulação do tempo, teletransporte, telepatia, telecinesia, manipulação do clima em escala global, manipulação da matéria em nível molecular, manipulação da gravidade e imunidade completa ao frio e calor extremos. Realmente faz muito sentido, pois esses poderes ajudam a explicar como ele atinge seu objetivo a cada ano.

Explica também como ele tem tempo para realizar o que faz, como faz isso há tanto tempo e nunca envelhece, como suas renas podem voar, como pode entrar espremido em chaminés sem se queimar e muito mais .

A descoberta de que o Papai Noel é na realidade um mutante, ocorreu no Especial de Férias da Marvel em 1991, especificamente na história da edição – “Um Milagre à Poucos Blocos da Rua 34”, de Scott Lobdell e Dave Cockrum. Enquanto os X-Men decoravam sua árvore de Natal, o Cérebro os alertou sobre a presença do mutante mais poderoso já registrado e, quando eles viram, era o Papai Noel, que estava em Manhattan na época.

Nessa HQ os super-heróis mutantes dirigiram-se ao Rockefeller Center, onde encontraram o próprio bom velhinho. Na História ele transforma a Irmandade dos Mutantes do Mal em brinquedos, antes de apagar a memória dos X-Men. Mas os X-Men não seriam os únicos personagens do universo Marvel que o Papai Noel conheceria.

Em diferentes momentos, o homem também conhecido como Kris Kringle interagiu com uma variedade de outros super-heróis populares. Ele conheceu o Homem-Aranha quando rastreou um ladrão de Nova York que se vestia como ele no bairro de Webbed Wonder. Ele conheceu a She-Hulk, com quem flertou antes de ser arrastado de volta ao Pólo Norte por sua esposa, a ciumenta Mamãe Noel.

Ele também conheceu o Deadpool, quando o mercenário foi contratado para matá-lo por um bando de crianças, bem malvadinhas, que não ganharam nenhum presente naquele ano. Papai Noel também conheceu Howard, o Pato em duas ocasiões, onde viu o Mestre do Quack Fu ser revelado como um dos ajudantes do Papai Noel. Ele também conheceu a Capitã Marvel quando foi capturado, ao lado dela, por Grace Valentine e Toxie Doxie.

Talvez sua aparição mais notável nos quadrinhos da Marvel, tenha ocorrido quando ele ajudou a salvar a cidade de Nova York do Monge do Ódio (um clone de Adolf Hitler). Isso aconteceu em 1969 na revista Nick Fury, Agente de S.H.I.E.L.D. #10 (por Friedrich, Springer e Smith), onde Papai Noel utilizou seu trenó para distrair um dos pilotos do Monge do Ódio e se chocou contra a bomba nuclear que o vilão pretendia utilizar. Papai Noel fez isso secretamente, para que ninguém percebesse que era ele e, lógico, isso aconteceu muito antes que alguém soubesse que ele era um mutante poderoso.

Cérebro declarou que Papai Noel era o mutante mais poderoso do mundo, bem antes de outros seres com o gene X serem introduzidos nos quadrinhos da Marvel, então ele pode nem ter mais esse título. Mas, ele certamente ainda deve ser considerado um dos mutantes mais poderosos do universo e ainda deve utilizar seus poderes para deixar várias pessoas felizes pelo mundo. Com certeza isso só será revelado quando a Marvel criar uma nova história, onde o Papai Noel apareça em seu universo de heróis com o sua famosa risada: HO, HO, HO

Visite a Seção Especial Marvel da Amazon.

Acesse Aqui: