•  
  •  
  •  
  •  

A DC Comics todo ano faz homenagens ao Dia do Orgulho LGBTQIA+ mas, nos bastidores, resolveu censurar uma arte da Arlequina que o desenhista Chad Hardin havia criado. O artista resolveu compartilhar a versão original nas Redes Sociais, revelando que a arte teve uma pequena, mas muito significativa mudança antes da publicação.

Todo mundo sabe que a Arlequina e a Hera Venenosa já estiveram romanticamente envolvidas em projetos especiais da DC Comics, até mesmo já compartilharam um beijo em DC Bombshells e também em Harley Quinn #25 de 2017, na história da edição “Surprise, Surprise, Part One”, de Amanda Conner, Jimmy Palmiotti, Hardin, Alex Sinclair e Corey Breen.

Como parte da celebração do Mês do Orgulho LGBTQIA+, a DC compartilhou no Twitter a imagem da Arlequina com a Hera Venenosa para explicar o que seria o termo queercoding, uma estratégia que escritores e desenhistas utilizam para enviarem mensagens queer, sem serem censurados. O desenhista Hardin respondeu ao Tweet, escrevendo: “Eu tenho a arte original, se você quiser postar isso também.” Pouco depois, Hardin postou a arte em questão, escrevendo: “É sempre mais fácil pedir perdão do que obter permissão.”

Arte Original do Desenhista Chad Hardin

A arte em Preto e Branco de Hardin revela que a Hera Venenosa deveria beijar Arlequina nos lábios. Isso foi provavelmente alterado a pedido da DC Comics, que permitiu a ousada mão esquerda da Hera Venenosa.

Apesar da censura, o par romântico entre Arlequina e Hera Venenosa continua popular entre os fãs da DC e tem sido destaque na série de animação da Arlequina, da HBO Max. O romance entre as personagens aconteceu durante a 1ª temporada e foi oficializado na 2ª temporada. Além disso, o romance entre as personagens será o assunto de uma próxima série limitada de quadrinhos e, claro, continuará na próxima terceira temporada da série.

Arte Censurada pela DC Comics

Não foi a primeira vez que a DC Comics censurou situações que envolvam os personagens da Editora. Recentemente os desenvolvedores do Game Injustice 2 pediram desculpas por uma ação ofensiva dentro do App, que pedia para os usuários detonarem a Hera Venenosa, personagem reconhecidamente bissexual. Os desenvolvedores do Game pediram até desculpas pelo episódio totalmente sem noção.

Não podemos desconsiderar o grande esforço que a DC Comics e a Marvel realizam para passar mensagens contra o racismo e homofobia em suas publicações, mas essa pisada de bola causou, merecidamente, muitas cobranças nas Redes Sociais.


Visite a Seção Especial de Quadrinhos na Amazon.

Acesse Aqui: