•  
  •  
  •  
  •  

Em Abril, a primavera chega aos Estados Unidos e a indústria do cinema geralmente programa várias estreias. Os cinéfilos geralmente aguardam as novidades que os estúdios e distribuidoras independentes começam a apresentar para o resto do ano. Temos algumas novidades, mesmo com o ano de 2021 ainda sofrendo mais atrasos e frustrações na indústria cinematográfica.

Algumas estreias são bem promissoras e estarão disponíveis sob demanda ou por um serviço de streaming e outras, possivelmente, terão suas estreias em um cinema perto de você. Alguns filmes ainda não estrearam no Brasil.

Veja abaixo as novidades.

Michelle Pfeiffer e Lucas Hedges em French Exit

French Exit, de Azazel Jacobs, terá um amplo lançamento nos cinemas americanos. De acordo com a crítica esse é um dos filmes mais amargos dos últimos anos. French Exit brilha graças à reviravolta de Michelle Pfeiffer, como Frances Price, a viúva herdeira de uma fortuna de família que finalmente chega ao fim. Ela não fica surpresa que o dinheiro tenha acabado, ela simplesmente não achava que viveria o suficiente para que isso acontecesse. Ela resolve viajar de cruzeiro para Paris com o seu filho adulto mal-intencionado, Malcolm (Lucas Hedges), para gastarem o resto do dinheiro que ainda resta.

Quando ela finalmente chega à Paris, diz a um despachante alfandegário que planeja se jogar da Torre Eiffel. Os pequenos prazeres de French Exit são que você nunca tem certeza se é uma piada ou uma profecia e talvez até mesmo a personagem de Pfeiffer não saiba.

Idris Elba em Alma de Cowboy (Concrete Cowboy)

Alma de Cowboy da Netflix é estrelado por Caleb McLaughlin de Stranger Things, que interpreta um jovem que nunca conheceu o seu pai. Ele vai descobrir quem seu pai realmente é, da maneira mais difícil, quando sua mãe o deixar nos arredores de North Philadelphia para o verão. É lá que o pai Harp (Idris Elba) vive como um cowboy do concreto além de ser um dos cavaleiros do Fletcher Street Urban Riding Club.

Essa é a história de um verdadeiro grupo histórico de cavaleiros, em grande parte afro-americanos, que procuram manter viva uma tradição clássica de estábulos e selas. É um assunto fascinante em que o diretor e co-escritor Ricky Staub, incorpora membros do clube da vida real em seu elenco, semelhante à abordagem de Nomadland.

Melissa McCarthy e Octavia Spencer em Esquadrão Trovão (Thunder Force)

Melissa McCarthy e Octavia Spencer interpretam super-heroínas nesse filme. Com esse detalhe você já pode adivinhar que tipo de filme é esse lançamento da Netflix. Ao visitar uma amiga distante, Lydia (McCarthy) descobre que a inteligente Emily (Spencer) está desenvolvendo uma tecnologia que dará superpoderes às pessoas normais. É claro que Lydia acidentalmente cai na máquina e desenvolve uma superforça, enquanto Emily já podia ficar invisível. Esse filme segue o tipo de comédia que McCarthy desenvolveu com seu marido, o escritor e diretor, Ben Falcone.

Voyagers

Uma ficção científica inebriante sobre as desvantagens da colonização intergaláctica, Voyagers, ainda sem data de estreia no Brasil, se passa em um futuro onde a exploração do espaço profundo é possível, mas o congelamento criogênico ainda não. Uma tripulação de 30 rapazes e moças está em uma missão para alcançar uma estrela distante e para isso precisam ser mantidos drogados para permanecerem dóceis e viverem tranquilamente suas vidas em uma nave espacial. O que eles não sabem é que essas drogas têm efeitos colaterais imprevistos e perigosos.

O filme é um retorno ao gênero para o roteirista e diretor Neil Burger de Limitless e tem um elenco promissor, que inclui Tye Sheridan, Lily-Rose Depp, Fionn Whitehead e Colin Farrell.

Mortal Kombat 2021

Lembro do primeiro Mortal Kombat e como ele foi bem fiel ao game, além de muitos ainda acharem que ele é o melhor filme de videogame de todos os tempos. Pode ser, mas fora aquela música techno matadora da banda The Immortals e alguns Fatalities, o filme não é tão bom assim. Existem muitos detalhes e principalmente efeitos que precisam ser melhorados e o remake do diretor Simon McQuoid espera ocupar esse espaço. Como o elenco internacional do filme é liderado por atores asiáticos, certamente teremos grandes coreografias de luta.

O lançamento no Cinema/HBO Max revisita a ideia do torneio Enter the Dragon, onde as apostas são o destino do mundo, mas adiciona muito mais mistério. Cole Young, um lutador de MMA derrotado está sendo caçado pelo arrepiante Sub-Zero (Joe Taslim). Para o seu desespero, Cole procura um clã de lutadores que estão defendendo Earthrealm de uma ameaça interdimensional, através do antigo ritual do Mortal Kombat. Com certeza impressionantes lutas marciais acontecerão nas batalhas.

Amanda Seyfried em Vozes e Vultos (Things Heard & Seen)

Esta adaptação do romance de Elizabeth Brundage mostra Amanda Seyfried e James Norton no papel de um casal de Manhattan que se mudou para o Vale do Rio Hudson. Eles chegam para desfrutar da simplicidade de uma vila histórica, mas logo descobrem que há algo muito sombrio em sua casa e casamento. Esse filme de terror da Netflix prometo muitos sustos.

Michael B Jordan em Tom Clancy’s – Sem Remorso

Tom Clancy está passando por um renascimento graças à Amazon. É bastante surpreendente, já que os seus romances estavam enraizados na espionagem da Guerra Fria dos anos 1980 e um renascimento parecia improvável. Mas, como Jack Ryan da Amazon pegou o nome do analista de Clancy e o transformou em um superespião, talvez Sem Remorso possa pegar o verdadeiro espião de Clancy e transformá-lo em algo ainda mais sensacional. A escolha do ator Michael B. Jordan já é um bom começo. Vamos aguardar a estreia no Prime Video

Na Amazon você encontra Uma Loja Especial da Marvel: