•  
  •  
  •  
  •  

Fico imaginando como deve ter sido a viagem de William ‘Capitão Kirk’ Shatner na nave New Shepard, da Blue Origin. O Ator passou anos comandando a USS Enterprise e sua tripulação, por isso deve ter sentido muita falta do Spock ao seu lado.

Brincadeiras à parte, com certeza William Shatner ficou muito emocionado com a sua viagem ao espaço. Afinal, o ator interpretou o Capitão Kirk na série Jornada nas Estrelas, de 1966-1969, além de fazer muitas aparições em filmes nas últimas quatro décadas. Com todo esse histórico espacial, Shatner se inscreveu para, literalmente, lançar-se ao espaço com a ajuda da Blue Origin, uma empresa aeroespacial privada que realiza serviços de voo espacial suborbital, fundada por Jeff Bezos da Amazon.

Shatner sempre foi uma tremenda influência na cultura pop, com o nome de Capitão Kirk sendo sinônimo do ator. Ele construiu uma carreira não apenas como ator, mas também como dublador, autor, apresentador e porta-voz. Shatner passou a tocha do capitão Kirk para o ator Chris Pine em 2009, que interpretou o personagem em três novos filmes de Jornada nas Estrelas, mas regressou para dar voz ao papel, em vários novos projetos.

Nessa quarta, Shatner participou do 18º voo bem-sucedido da Blue Origin, tornando-se a pessoa mais velha à ir ao espaço, com 90 anos, 6 meses e 22 dias. O famoso ator estava acompanhado por três outros membros da cápsula, que subiu à 347.539 pés acima do nível do solo, em seu ponto mais alto, com um tempo total de vôo de 11 minutos. Shatner ficou eufórico com a experiência e, ao pousar, compartilhou sua opinião sobre a experiência com o próprio Bezos, que estava no solo esperando.

Veja o Vídeo:

“Espero nunca me recuperar disso. Espero poder manter o que sinto agora. Não quero perdê-lo. É muito maior do que eu e a vida e não tem nada a ver com homenzinhos verdes ou o orbe azul, tem a ver com a enormidade e a rapidez, rapidez da vida e da morte … “ Disse Shatner

O Ator continuou sendo um sucesso, independentemente de sua idade, estrelando em vários projetos de cinema e TV, além de continuar a ser uma presença na mídia, até o seu lançamento ao espaço. Como Capitão Kirk, o ator estrelou em um total de seis filmes de Jornada nas Estrelas, com a última participação sendo em Jornada nas Estrelas: Generations (Star Trek Generations), ao lado do Jean-Luc Picard de Patrick Stewart, em 1994. Stewart passou a interpretar Picard em vários filmes de sua autoria, bem como uma nova série de TV, carregando uma espécie de tocha com o mesmo legado que Shatner criou para Kirk.

A ida de William Shatner para o espaço é uma das metas que ele poderia fazer, pelo seu histórico com Jornada nas Estrelas. Mas, a sua reação completamente humana, à viagem, fornece uma profundidade adicional, já que o ator passou décadas interpretando um viajante espacial. Agora, Shatner percebe a realidade das viagens espaciais, o que faz com que a sua jornada como ator e como pessoa feche um círculo. Uma coisa é interpretar o capitão de uma nave estelar navegando pelo espaço e outra, bem diferente, é viajar numa nave real e sentir a gravidade zero. Só faltou sentir a Propulsão Warp.

Vamos lembrar do textinho da série Jornada nas Estrelas.

“Espaço … A final fronteira …
Estas são as viagens da nave estelar Enterprise, em sua missão de cinco anos para explorar novos mundos, para pesquisar novas vidas, novas civilizações …
Audaciosamente indo aonde nenhum homem jamais esteve!”

Artigo: Hugo Machado

Os Novo Echo Show 15 está em Pré-Venda no Site da Amazon.

Acesse Aqui: