|

Share on facebook
Share on twitter

Compartilhe!

A Apple disse que computadores Mac foram utilizados no design de áudio dos filmes Guerra nas Estrelas, incluindo a criação de bipes e sons para o querido R2D2.

A Apple visitou os feras do design de áudio, no Skywalker Sound, o estúdio que criou os icônicos efeitos sonoros de Guerra nas Estrelas. Como a equipe do estúdio é grande fã do Mac e, como era o dia 4 de maio, foi uma oportunidade perfeita para a Apple. A turma da maçã mergulhou em alguns detalhes do hardware e software usados ​​para criar os sons incrivelmente memoráveis ​​das séries e filmes Guerra nas Estrelas. Como a voz do robozinho R2D2.

Guerra nas Estrelas inspirou uma geração

Todos nós sabemos que Guerra nas Estrelas foi muito mais do que apenas um filme. Foi um evento cultural que inspirou toda uma geração. O filme forneceu uma visão antecipada das mudanças revolucionárias que chegariam à indústria cinematográfica e deu uma mensagem esperançosa de que a opressão pode ser derrubada com determinação e sacrifício pessoal. Justamente o tema que a Apple utilizou em seu icônico anúncio, 1984, para o computador Macintosh.

O áudio desempenha um papel importante e os efeitos visuais oferecem mais profundidade ao filme. O criador de Star Wars, George Lucas, notou que o som representa 50% da experiência cinematográfica. Para resumir, é por isso escutamos muito bem cada choque dos sabres de luz e tiros das espaçonaves.

A equipe da Apple ficou um bom tempo observando o Skywalker Sound, para saber como os sons icônicos de Star Wars foram criados. O estúdio possui 130 racks Mac Pro, 50 iMac, 50 MacBook Pro e 50 computadores Mac mini e todos executando o Pro Tools, da Apple. Esse aplicativo de edição de áudio tem várias faixas de qualidade profissional. Naturalmente, ele necessita de microfones de alta qualidade e equipamentos de áudio especializados. Mas, em suma, é nos computadores Mac onde a mágica acontece. Afinal, design de áudio é muito mais do que simplesmente cortar e colar um trecho de som. Quando a Apple viu o trabalho na voz do R2D2, por exemplo, ficou bem claro que aquele áudio era um diálogo. Os bipes e sons ininteligíveis do adorável droide, são incrivelmente emotivos e desempenham um papel significativo no filme.

Até um iPhone poderia ser utilizado para a criação de sons

Com uma grande quantidade de Macs rodando software profissional de gravação e processamento de áudio, fica fácil pensar que cada som foi sintetizado, mas esse não foi o caso. Em vez disso, o Skywalker Sound prefere capturar sons do mundo real. Para isso, eles notaram que mesmo um iPhone poderia ser usado para capturar áudios, simplesmente abrindo o aplicativo Câmera e gravando um vídeo.

O Skywalker Sound transformou o som das lâminas de um ventilador de teto quebrado, no som sinistro de portões de laser do duelo de sabres de luz em Star Wars: Episódio 1 – A Ameaça Fantasma. Uma dica para coletar sons, é estar sempre pronto para gravar e construir uma biblioteca útil para o seu projeto e o Skywalker Sound sabe muito bem isso.

Se você quer saber como o Skywalker Sound faz a sua mágica, participe do evento do dia 9 de maio de 2022, às 20:00 h. A EDT e a Apple forneceram esse link para inscrição no evento.

Você Encontra Todos os Produtos do Universo Apple no Site das Americanas



Publicidade
Publicidade Publicidade
Publicidade

Artigo:

Publicidade
Posts
Relacionados
Publicidade