•  
  •  
  •  
  •  

O Google criou recentemente uma IA que pode ajudar quem pretende criar poemas, mas ainda não tem uma habilidade poética. Mas será que essa Inteligência Artificial, que tem o estilo de vários poetas famosos, tem realmente a sensibilidade que todo poeta necessita?

“Preciso de cerca de 150 rascunhos de um poema para acertá-lo e mais cinquenta para fazê-lo soar espontâneo.” Foi o que disse o poeta americano Laureate James Dickey em 1966. Até podemos imaginar como Dickey reagiria hoje, se tivesse o mais recente projeto de IA do Google, Verse by Verse, ao seu lado. Ele poderia criar 150 rascunhos em alguns minutos e com apenas 150 cliques de uma tecla, criar seus poemas iniciais nos estilos mais grandiosos. Isso com a ajuda de dezenas de seus colegas literários, que emprestam seus estilos ao Verse by Verse.

Se você pretende ser um grande poeta, ou se você tem poemas que simplesmente são uma porcaria, essa IA vai te ajudar a lapidar o seu talento. Verse by Verse foi alimentado com dezenas de milhares de palavras dos maiores poetas do mundo e foi treinado para escrever suas próprias joias literárias, emulando a gramática e o estilo dos grandes mestres da poesia.

Os usuários do programa precisam escrever uma primeira linha para o poema e depois podem selecionar até três poetas famosos, cujo estilo eles gostariam de incorporar em seus versos. Existem 22 poetas para escolher, incluindo Emily Dickinson, Robert Frost, Paul Laurence Dunbar e Edgar Allan Poe. Após a escolha, Verse by Verse gera linhas adicionais ao verso, com sugestões de cada um dos poetas selecionados.

O usuário pode escolher uma linha de cada vez e escolher qualquer um dos poetas disponibilizados na IA. Você também deve acrescentar um estilo poético que pode ser quadra, par de versos ou estilo livre. O Verse by Verse pede para você selecionar uma contagem de sílaba, nove é o mais comum, e um padrão de ritmo para determinar quais versos do poema ele deve rimar.

Se as frases geradas não atenderem às suas expectativas, você pode ajustar o texto para criar novas ideias ou inserir uma linha original de sua preferência. De acordo com o engenheiro do Google, Dave Uthus, o sistema foi criado para ter uma compreensão semântica geral de quais versos combinariam melhor com a linha anterior.

Portanto, mesmo que você escreva versos que não sigam a regra da poesia clássica, o sistema vai criar sugestões que sejam relevantes para o seu poema. Embora o Verse by Verse possa criar joias líricas impressionantes, ele não vai criar nenhum Drummond ou Fernando Pessoa da noite para o dia, mas só o fato de que várias pessoas possam ter interesse em escrever um poema e até ser um futuro poeta, já valoriza a criação dessa IA.

Por enquanto o Verse by Verse está disponível apenas em inglês e só mostra poetas da língua inglesa

Você pode acessar o Verse by Verse clicando aqui.