•  
  •  
  •  
  •  

Possibilidade de Spoilers

O episódio 4 da Série Loki com certeza vai pirar a cabeça de muita gente. Agora que sabemos que os Guardiões do Tempo são apenas robôs manipulado por alguém bem mais poderoso e depois de fortes emoções, arrepios, mortes e uma breve aparição de Richard E Grant, como um Loki mais velho, o que podemos esperar para o futuro dessa série?

Calma! Acesse o seu TemPad, verifique a linha do tempo, invoque os Deuses de Asgard e continue lendo o que pode acontecer com Loki nos próximos episódios da série.

Quando o elenco de Loki foi anunciado pela primeira vez, o nome de Richard E Grant foi um dos mais inesperados. O fato do seu personagem nunca ter sido revelado antes, já mostrava que ele estava destinado a interpretar alguém muito importante. Esta semana, bem no último segundo do episódio, descobrimos o que irá acontecer, de uma maneira bem Marvel, com as cenas pós-créditos.

Depois que Loki e Sylvia descobrem a farsa dos Guardiões do Tempo e lutam contra a juíza Renslayer e os seus guardas, vemos Loki vivo em uma Nova York pós-apocalíptica e com a Torre dos Vingadores abandonada. Junto com o nosso Loki havia quatro novas variantes do Deus da Trapaça. Loki Clássico (Grant) completo com o mesmo traje que o personagem utilizava nos quadrinhos dos anos 60, Kid Loki (Jack Veal) segurando o Crocodilo Loki e Boastful Loki (DeObia Oparei) segurando uma variante do Mjolnir. Aliás estou curioso para saber se Boastful Loki vai ter o seu nome traduzido para o português, algo como Loki Orgulhoso.

Nessa cena pós-apocalíptica Loki pergunta se ele estava morto e em Hel (com um L), que é o inferno nórdico. “Ainda não”, respondeu o Loki Clássico. ‘Mas você ficará, ao menos que venha conosco.”

Qualquer pessoa que leu os quadrinhos da Marvel, ficará animada com a revelação do Loki Clássico. As cores amarelo e verde brilhantes e o capacete com chifres representam a encarnação original do personagem, que fez a sua primeira aparição nos quadrinhos dos Vingadores, na década de 60. Podemos presumir que, como o Loki da Série, esses novos Lokis serão, em algum momento, alvos da TVA, fazendo com eles tenham um papel maior nos dois últimos episódios da série.

Outro detalhe que todo mundo aguardava era a revelação dos Guardiões do Tempo, os principais vilões da Série. Mas essa revelação não passou de uma Fake News e voltamos alguns passos para trás. Depois que a TVA conseguiu rastrear Loki e Sylvie, até o planeta condenado Lamentis -1, nossos heróis, ou vilões, foram rapidamente arrastados de volta para a TVA e colocados bem na frente dos Guardiões do Tempo que, até aquele momento, eram os supostos criadores da TVA.

O problema é que esses vilões cabeçudos, em cadeiras flutuantes, nada mais eram do que robôs manipulados por outra pessoa. Então, quem está realmente mandando na TVA?

A escolha mais óbvia agora parece ser a juíza Renslayer, ela foi muito rápida em desintegrar o Agente Mobious e Loki e uma cena de flashback mostrou como ela sequestrou a jovem Sylvie de Asgard, sem nenhum motivo específico. É possível que haja um chefão ainda maior no controle das coisas e Renslayer esteja apenas supervisionando a linha. Dadas as ligações dela com Kang, o Conquistador, não me surpreenderia se ele fizer uma aparição em algum momento, já que nos quadrinhos esses dois personagens têm uma ligação muito forte.

Loki e Sylvie acabam voltando para a TVA e Loki é forçado a reviver um momento bastante doloroso de sua vida, nas mãos de Lady Sif. Sim, você ouviu direito, Jamie Alexander retorna ao MCU! Ela entrou, segurando uma mecha de cabelo, cortada por Loki como uma brincadeira, deu um tapa no rosto dele, deu uma joelhada nas partes baixas e então saiu. Loki passou a viver essa cena repetidamente, até ser resgatado pelo Agente Mobius.

A TVA, que tudo vê e tudo sabe, começou a desvendar suas próprias mentiras esta semana, quando Mobius e Hunter B-15 descobrem algumas verdades sobre o passado. Quando Mobius roubou o TemPad de Renslayer, ele descobriu que a C-20 havia sido desintegrada por revelar que ela tinha vivido uma vida passada. Isso, é claro, está em conflito com toda a linha do tempo oficial da TVA, pois ela diz que todos os funcionários foram criados pela autoridade.

Nesse episódio também acontece algo que todos nós sempre achamos ser impossível, Loki consegue se apaixonar, da maneira mais Loki possível, por si mesmo. Lógico que, tecnicamente, não ele próprio, mas uma outra versão de si mesmo. Parece complicado e realmente é. Enquanto Loki e Sylvie estavam sentados em Lamentis -1, prestes a enfrentar a morte enquanto o planeta era destruído, algo aconteceu, houve uma faísca grande o suficiente para criar uma ramificação diferente na linha do tempo. Algo tão significativo, que levou a TVA à localização exata dos dois personagens. Mobius percebeu isso também, da maneira como Loki falava sobre Sylvie e no final do episódio, quando Loki estava prestes a confessar os seus sentimentos, a juíza Renslayer chegou. Será que Loki algum dia terá a chance de contar a Sylvie o que sente por ela?

Esse episódio de Loki nos levou a um passeio alucinante pela linha do tempo e podemos esperar muitas surpresas nos próximo dois episódios. Pois com um monte de Loki aparecendo, muitas trapaças e revelações surgirão na série e, lógico, numa possível segunda temporada.

Loki já está disponível no Disney+ e tem novos episódios todas as quartas.

A Amazon tem uma loja especial de produtos Marvel.

Acesse Aqui: