|

Share on facebook
Share on twitter

Compartilhe!

Shazzan é mais um desenho inesquecível da dupla Hanna & Barbera, que alegrava as tardes da criançada na década de 70 e mostrava a Arábia das mil e uma noites.

No interior de uma caverna na costa do Maine. Chuck e Nancy encontram um cofre misterioso contendo as duas metades de um anel. Quando os anéis se juntam formam a palavra Shazzan. A esse comando mágico eles são transportados ao mundo encantado da Arábia das mil e uma noites. Aqui encontram seu gênio Shazzan. Shazzan lhes dá de presente Kabuki, um camelo alado mágico. Shazzan os servirá todas as vezes que o chamarem, mas não poderão voltar para casa até que entreguem o anel ao seu legítimo dono. E assim começam suas viagens fantásticas.” 

Quem lembra desse texto, que era falado na abertura de Shazzan, certamente faz parte da geração que curtiu vários desenhos de Hanna & Barbera.

Shazan foi um desenho animado criado por Alex Toth e produzido pela dupla Hanna & Barbera, que apresentava um gênio gigante que atendia os desejos de duas crianças, um menino chamado Chuck e sua irmã, Nancy. Os dois encontraram um par de anéis mágicos em uma caverna e foram transportados para esse mundo oculto, parecido com o do conto das mil e uma noites. Cada uma das crianças tinha um dos anéis que, quando tocados um no outro, junto com a palavra Shazzan!, convoca o gênio para realizar seus desejos, que podia ser qualquer coisa, exceto mandá-los de volta para casa. No entanto, Isso só aconteceria depois que eles encontrassem o verdadeiro dono de Shazzan, algo que nunca aconteceu.

Toda criança queria os anéis mágicos de Shazzan

O gênio também presenteou Chuck e Nancy com uma capa de invisibilidade, um saco de poeira que podia criar ilusões e uma corda mágica. Além disso, os dois também ganharam um camelo alado, chamado Kaboobie, que viajava com eles por um mundo desconhecido e estranho.

Toda criança que assistia Shazzan, sonhava em ter os anéis mágicos e chamar o gênio toda vez que alguma encrenca aparecesse. Esse era um sonho de consumo, pois Shazzan era totalmente indestrutível e, como ele certamanente sabia disso, enfrentava os seus inimigos fazendo piadinhas e sempre com a sua risada característica. Não tinha nenhum problema que Shazzan não fosse capaz de resolver.

Alex Toth, criador da série, disse mais tarde: “Foi um problema conceitual. O gênio não tinha fraquezas; uma vez que você o convocou, o episódio acabou”.

Esse era Shazzan, um herói invencível e bem-humorado que, como quase todos os desenhos dessa época, ficou sem um final. Isso mesmo, Chuck e Nancy devem estar até hoje procurando o tal dono dos anéis mágicos.

Na Amazon você encontra vários produtos com os personagens de Hanna & Barbera.



Publicidade
Publicidade Publicidade
Publicidade

Artigo:

Publicidade
Posts
Relacionados
Publicidade