Criado por Stan Lee e Bill Everett, o personagem Demolidor apareceu em abril de 1964 na HQ Daradevil #1, que apresenta Matt Murdock, um advogado de Hell’s Kitchen que ficou cego quando era criança, após empurrar um homem da frente de um caminhão que transportava substância radioativa.

Embora tenha ficado cego, Matt foi exposto à essa substância radioativa que ampliou os seus sentidos além da capacidade humana normal, dando-lhe um senso de radar que lhe permite enxergar o mundo através dos seus outros sentidos. Matt Murdock foi criado por seu pai solteiro, um boxeador chamado Jack Murdock, que queria o melhor para o filho e fez o jovem Murdock prometer que nunca seria violento para resolver os seus problemas.

Após seu pai ser assassinado, Matt Murdock resolver iniciar um treinamento para aprimorar as suas habilidades e procura o sensei cego chamado Stick. Depois desse treinamento com Stick, Murdock se torna um lutador marcial habilidoso e confiante e se forma na Columbia Law School. Matt Murdock então inicia sua luta contra os criminosos de Hell’s Kitchen e embarca em sua vida dupla como um combatente do crime, tendo como alvo os homens responsáveis ​​pelo assassinato do seu pai.

Durante o dia Murdock ajuda clientes necessitados com o seu escritório de advocacia. À noite ele sai às ruas do bairro de Hell’s Kitchen, em Nova York, para combater a injustiça que domina as ruas. Além de seus sentidos elevados e a sua habilidade marcial, o arsenal de combate ao crime do Demolidor inclui uma bengala que contém um gancho e um cabo que possibilita que ele escale as paredes.

Na HQ Daredevil #158, de 1979 o personagem Demolidor foi desenhado por um jovem artista promissor, chamado Frank Miller. Dez edições depois, Miller assume o personagem e transforma sua história em quadrinhos na favorita dos fãs, mudando profundamente a direção do Demolidor. A arte de Miller era cinematográfica e um de seus primeiros atos como escritor foi apresentar a personagem Elektra, uma guerreira mortal que trabalhava para o maléfico Rei do Crime. Elektra também foi o primeiro amor de Murdock e esse relacionamento complicado e mortal atraiu novos leitores para a HQ do herói.

Miller se tornou um dos maiores escritores de quadrinhos da década de 1980 e o seu traço marcante, sombrio, violento e explosivo foi imitado por quase toda a indústria dos quadrinhos. Miller criou uma saga elaborada, onde Elektra é assassinada e depois ressuscitada, antes de se mudar para a DC Comics, em 1983.

A edição de estreia do Demolidor, Daredevil #1, apresentou essa icônica capa ilustrada por Jack Kirby e Bill Everett, que mostra o personagem com o seu traje original, laranja e vermelho. Essa HQ também apresenta personagens famosos, que fazem parte do universo desse herói da Marvel, como a namorada de Murdock, Karen Page e Foggy Nelson, o seu amigo e sócio do escritório de advocacia, que surgiram nesta edição histórica.

Frank Miller retornou em 1986, para escrever o enredo da sensacional HQ Demolidor -A Queda de Murdock (Born Again), na qual o Rei do Crime descobre a identidade secreta do Demolidor e simplesmente destrói a carreira, reputação, amizades e quase toda a vida de Matt Murdock.

Logo após Miller deixar novamente o herói, a escritora Ann Nocenti e o artista John Romita Jr. criaram outra HQ que apresentava a assassina e esquizofrênica Mary Walker/Typhoid Mary, essa revista trouxe de volta o Rei do Crime e fez o Demolidor lutar contra o demônio Mefisto. Em 1998, após 380 edições, a Marvel decidiu relançar o Demolidor como parte de sua linha mais madura de Hqs, chamada Marvel Knights, com o diretor de cinema Kevin Smith como escritor e Joe Quesada na arte. Smith e seu sucessor Brian Michael Bendis criaram um grande número de fãs e, no início do século XXI, o Demolidor tornou-se mais uma vez uma história em quadrinhos inovadora. Ed Brubaker, Andy Diggle e Mark Waid substituíram Bendis como escritores do Demolidor, com histórias que mostravam Murdock liderando um culto ninja conhecido como a Mão e também atuando como membro dos Vingadores.

O Demolidor teve um filme em 2003, com Ben Affleck no papel do herói e contou com Jennifer Garner como Elektra e Michael Clarke Duncan como o Rei do Crime. Esse filme teve algumas críticas, mas alcançou um sucesso nas bilheterias, o que levou ao desenvolvimento do filme Elektra, em 2005. Algum tempo depois a série Demolidor (2015–2018), criada pela Netflix, apresentou o herói ao novo Universo Cinematográfico da Marvel.

O diretor da Marvel, Kevin Feige, deu um depoimento garantido o retorno de Charlie Cox na pele do Demolidor. Só nos resta aguardar esse novo filme ou série do Homem Sem Medo.

Artigo: Hugo Machado

No site da Amazon você encontra produtos do Demolidor.

Acesse Aqui: