Possibilidade de Spoilers

Na edição nº 4 da HQ, Os Estados Unidos do Capitão América, Steve Rogers revela uma função secreta do seu escudo, mostrando que ele é muito mais do que um frisbee de vibranium. Como o seu escudo foi recentemente roubado por um grupo de neo-fascistas, em um esforço para corromper o manto do Capitão América, Steve Rogers reuniu um grupo de Capitães Américas do passado e do presente para recuperá-lo. Mas parece que o Comandante Krieger e a filha do Caveira Vermelha planejaram muito mais para o escudo do Cap, do que apenas usá-lo para arruinar a sua reputação.

Em edições anteriores de Os Estados Unidos do Capitão América, do escritor Christopher Cantwell e de uma equipe de artistas famosos, o escudo do Capitão América foi roubado por um impostor, que mais tarde foi revelado como Speed ​​Demon, trabalhando em parceria com Sinthea Schmidt, filha do Caveira Vermelha e a Comandante Krieger, formalmente conhecida como Mulher Guerreira. Usando a imagem e o escudo do Capitão América, este grupo de neofascistas começou a buscar vários vigilantes em todo o país, que haviam adotado o nome do Capitão América, trabalhando para proteger suas respectivas comunidades como parte de uma Rede de Capitães. Em resposta, Rogers reuniu uma equipe de Capitães Américas como Sam Wilson, Bucky Barnes, John Walker e até mesmo alguns desses novos Caps, para lutar enquanto a próxima fase da trama dos nazistas iniciava.

Assim que Rogers escutou sobre Krieger e os seus aliados invadindo o NORAD, nesta última edição de Cantwell e Ron Lim, o Capitão América soube exatamente o que eles estavam planejando, devido ao poder secreto do seu escudo. Como ele revelou aos seus companheiros, o escudo de Rogers atua como um cartão-chave definitivo, garantindo acesso à várias das bases e instalações mais seguras do país, incluindo o NORAD. Além disso, Rogers acredita que a única coisa que eles poderiam estar atrás, seria o Monge do Ódio, uma energia psicoativa viva, derivada da consciência do próprio Adolf Hitler. Com certeza, a equipe de Rogers não foi capaz de parar Krieger antes que ela usasse o escudo do Capitão América para libertar Hitler.

O escudo do Capitão América pode conceder acesso à várias instalações e projetos ultrassecretos, um recurso muito legal, agindo como um meio único de identificação no Universo Marvel. Mas isso pode ser um perigo, se o escudo acabar nas mãos erradas. Pois ele pode ser usado para libertar uma entidade que, sem dúvida, causará uma grande confusão se não puder ser derrotada e contida mais uma vez.

Infelizmente, a libertação do Monge do Ódio apenas tornou o trabalho do Capitão América muito mais difícil, mesmo ao lado de sua equipe, e parece que eles estão se preparando para um passeio selvagem. Com essa batalha final entre vários Capitães Américas e o espírito vivo de Hitler, será bem provável que Rogers precise recrutar ainda mais Caps para o seu lado, pois só assim ele poderá salvar o país e derrotar Krieger e o Monge do Ódio para sempre. Essa revelação de que o escudo do Capitão América possibilita que ele tenha acesso à vários locais ultrassecretos, é algo muito legal, embora o escudo tenha sido usado para libertar exatamente o oposto do que ele representa.

No site da Amazon você encontra a HQ Os Estados Unidos do Capitão América, Edição 4 em Inglês.

Acesse Aqui: