|

Share on facebook
Share on twitter

Compartilhe!

O CEO do Xbox, Phil Spencer, comentou sobre a potencial exclusividade de games no Xbox, após a Microsoft comprar a Activision Blizzard.

Phil Spencer comentou sobre a possibilidade de futuros games da Activision Blizzard serem exclusivos do Xbox, logo após as notícias que confirmaram a compra da Activision Blizzard, pela Microsoft. Depois que a aquisição foi divulgada várias pessoas já estão perguntando se a gigante dos games fará jogos, como Call of Duty, exclusivos para o Xbox e como isso pode moldar o Xbox Game Pass no futuro.

Em 2020, foi revelado que a Microsoft planejava comprar a ZeniMax Media e a compra custou à empresa cerca de US $ 7,5 bilhões quando foi finalizada, em 2021. Como vários clássicos da Bethesda chegaram ao Xbox Game Pass após o acordo, essa aquisição deixou muitas dúvidas sobre os próximos títulos da Bethesda e se eles chegariam ou não aos consoles PlayStation. Embora a Microsoft tenha revelado que alguns games, como Starfield, serão exclusivos do Xbox, outros como The Elder Scrolls VI, têm um futuro menos certo.

Títulos de propriedade da Microsoft, como Minecraft, têm sido imensamente populares fora das plataformas Xbox, o que significa que a Microsoft pode permitir alguns jogos no PlayStation ou até mesmo nos consoles da Nintendo. Mas, após a aquisição da Activision, algum game pode passar a ser exclusivo do Xbox.

Phil Spencer comentou sobre a exclusividade do Xbox, assim que a compra da Activision Blizzard foi divulgada. A Bloomberg disse que o CEO da Microsoft Gaming sugeriu que a exclusividade não é um plano concreto para os games recém-adquiridos, afirmando o seguinte:

“Vou apenas dizer isso aos gamers que estão jogando games da Activision Blizzard na plataforma da Sony: não é nossa intenção afastar as comunidades dessa plataforma e continuamos comprometidos com isso.”

Fontes familiarizadas com os planos da Microsoft afirmam que o detentor da plataforma planeja manter algumas franquias da Activision disponíveis para consoles como o PlayStation, mas também irá criar algum conteúdo exclusivo para o Xbox. A partir de agora, nada está definido, pois o acordo da Microsoft com a Activision não será fechado até 2023.

Embora nenhum game tenha sido mencionado explicitamente até agora, é possível que um título enorme, como Call of Duty, não seja exclusivo do Xbox, pois é uma das maiores franquias da aquisição e apreciado por milhões de usuários, de todas as plataformas. A Microsoft ainda pode posicionar o Xbox como o melhor lugar para jogar esses games, com várias ações promocionais e entrega de ítens exclusivos. Além disso, o acordo provavelmente aumentará o valor do Xbox Game Pass e isso significa que a empresa pode aproveitar o serviço como uma maneira eficiente e rápida de jogar Call of Duty.

Com a compra da Microsoft e da Activision Blizzard em processo de aquisição, levará algum tempo até que os fãs vejam o que isso significará para futuros acordos de exclusividade do Xbox. Talvez a Microsoft consiga fechar o acordo antes que a Activision revele Call of Duty 2023, permitindo a comercialização do game como um título do Xbox Game Pass, desde o início, antes dele ser lançado para outras plataformas. Como essa foi a maior aquisição do mundo dos games, os fãs terão que esperar para saber como tudo irá se desenrolar. Portanto, não esquentem a cabeça e continuem jogando os games da Activision na sua plataforma preferida.


Encontre tudo sobre o Mundo dos Games na Amazon, Submarino, Americanas e Shoptime.



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Artigo:

Publicidade
Posts
Relacionados
Publicidade