|

Share on facebook
Share on twitter

Compartilhe!

O segundo álbum de estúdio do Black Sabbath, Paranoid, chegou às prateleiras das lojas de discos, em 1970, levando a banda ao topo das paradas.

Esperamos que você seja fã do album Paranoid mas, se por algum motivo você não for, é melhor girar o disco novamente ou escutá-lo no streaming, em Dolby Atmos, pois esse álbum é realmente excelente. Além da música Paranoid, que dá nome ao álbum, temos Iron Man e a obra-prima do metal, War Pigs.

Para entender um pouco sobre o tema dessa música, veja o que a banda Black Sabbath disse em entrevista na época do lançamento do álbum: “A guerra é o grande Satanás. War Pigs não fala sobre política, ou governo, ou qualquer coisa. Fala sobre o mal. Por isso dizemos ‘generais reuniram os seus exércitos / assim como bruxas nas missas negras’, para fazer uma analogia. Mas quando a trouxemos para a gravadora, eles acharam que o nome ‘Walpurgis’ soava muito satânico. E foi aí que a transformamos em ‘War Pigs’. Mas não mudamos a letra, pois ela já estava pronta.”

A música foi lançada em 1970 e conquistou uma crescente legião de fãs do rock pesado, mas também atraiu ativistas anti-guerra. War Pigs teve um parto difícil, pois foi trabalhada na estrada em algum “lugar sombrio em Zurique”, segundo a autobiografia do guitarrista Tony Iommi. A música fala que os generais são os verdadeiros satanistas e os políticos belicistas sempre usam os pobres como peças de xadrez, enquanto os porcos de guerra enfrentam o dia do julgamento.

O segundo álbum do Sabbath teria o nome dessa estrondosa música de abertura, mas a gravadora resolveu alterar para Paranoid, evitando críticas do público americanos que apoiava a guerra do Vietnã. Isso foi bem frustrante para a banda, pois a capa continuou a exibir um “porco de guerra” empunhando uma espada, com meia-calça e um capacete.

Depois de algum tempo, outros artistas lançaram covers desse sucesso do Black Sabbath. A banda Faith No More gravou uma versão em power metal para o seu álbum de 1989, The Real Thing. No ano seguinte, o cantor Mike Patton tentou superar Osbourne com uma performance maluca, cantando War Pigs no álbum, Live at the Brixton Academy.

A música se tornou a peça central das turnês do Black Sabbath e a sua sirene de ataque aéreo atraiu uma nova geração anti-guerra e espero que ela continue a abafar os tambores de guerra recentes.

Na Amazon você encontra o álbum Black Sabbath – The Ultimate Collection 



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Artigo:

Publicidade
Posts
Relacionados
Publicidade