|

Share on facebook
Share on twitter

Compartilhe!

Elvis Presley sempre sofreu acusações de apropriação cultural e o seu casamento, com Priscilla Presley, sempre foi polêmico e marcou a sua vida conturbada.

Estamos em 2022, século das redes antissociais, e também na época das cinebiografias, que estão por toda parte. Madonna vai ter um filme sobre sua vida, estrelado por Julia Garner, e até Marilyn Monroe vai ter o seu. Mas, talvez o mais esperado deste ano seja o filme sobre a vida de Elvis, estrelado por Austin Butler, em uma celebração cinematográfica sobre o Rei do Rock And Roll. A principal questão é: Elvis Presley é um personagem digno de celebração, depois de ser acusado de apropriação cultural e aliciamento?

Little Richard disse uma vez: “O blues teve um filho ilegítimo e nós o chamamos de Rock And Roll”.

Esta frase é uma explicação justa e inteligente do que aconteceu entre 1949 e 1954, quando as tradições musicais negras e brancas se cruzaram. Foi aí que o disc jockey Alan Freed popularizou a frase Rock And Roll, que era uma gíria negra sobre sexo.

Já li bastante sobre isso e vários escritores e jornalistas, especialistas do Rock And Roll, dizem a mesma coisa. Aparentemente, ninguém foi o pai ou mãe do Rock. Esse ritmo foi uma liga negra e branca, que tinha Fats Domino, Rosetta Tharpe, Roy Brown, Lloyd Price, Ike Turner, Hank Williams, Joe Turner, Louis Jordan, Ray Charles, Little Richard, Jerry Lee Lewis, Chuck Berry, Bo Diddley, Buddy Holly e, lógico, Elvis Presley.

O próprio Elvis Presley nunca afirmou ter criado o Rock And Roll. Pelo contrário, ele sempre falou como foi influenciado pela música gospel negra e pelo blues, que ele ouvia no rádio em Tupelo, Mississippi.

Na biografia sobre Elvis Presley, Peter Guralnick descreveu alguns dos discos de rhythm and blues que o jovem Elvis possuía. Esses discos, comprados pelo jovem Elvis, incluíam “Lawdy Miss Clawdy” de Lloyd Price; a versão de “Hound Dog” de Big Mama Thornton, feita três anos antes de Elvis gravar a sua versão e singles de Ray Charles, Fats Domino, Big Joe Turner e Ivory Joe Hunter.

Como sabemos, estes são os artistas negros que precederam Elvis, o influenciaram e contribuíram para a criação do que hoje chamamos Rock And Roll, mas que na época era chamado de Rhythm And Blues.

O Rock foi criado por várias pessoas e Elvis Presley conseguiu popularizá-lo. De acordo com alguns jornalistas da época, ele era uma pessoa humilde que nunca alegou ter começado nada. Em algumas coletivas de imprensa, ele falava sobre B.B. King, Ray Charles e Ike Turner, que eram músicos que ele admirava na infância.

Esse cancelamento, por falta de uma palavra melhor, para descrever o desconforto sobre certos aspectos da vida de Elvis Presley, não surgiu agora, em 2022. Várias gerações anteriores já haviam abordado o quão problemático ele era, sem que isso tenha viralizado, pois ainda não havia as plataformas de redes sociais, que alcançam milhões de pessoas.

Quando artistas brancos fazem covers de artistas negros, infelizmente menos conhecidos, sempre há o risco deles serem acusados ​​de apropriação cultural. O blues que Elvis e outros cantores do Rock And Roll se inspiraram, foi criado e executado por artistas negros. Já falei, em outro artigo, sobre o pai e a mãe do Rock, que são negros.

Infelizmente, o racismo também foi incorporado na indústria da música, nesse período. Por isso, os verdadeiros precursores do Rock And Roll nunca tiveram a oportunidade de serem tocados nas rádios ou alcançaram o nível de fama e dinheiro, que Elvis alcançou.

Falam sobre os comentários racistas que Elvis fazia, mas eles foram refutados anos depois. Não podemos esquecer que Elvis cresceu em Tupelo, Mississippi e Memphis, Tennessee. Portanto, ele cresceu ouvindo Big Boy Crudup e Ray Charles.

Sobre o seu casamento, com uma jovem de 14 anos, Priscilla já escreveu em sua autobiografia, que ela era uma espécie de boneca viva para Elvis. Nunca li essa autobiografia, mas dá para perceber que existiam vários problemas nessa relação.

Assista ao filme Elvis, que estreia 14 de julho nos cinemas, e tire a sua própria conclusão.

Veja o trailer de Elvis

Conheça a loja de CD e Vinil da Amazon



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Artigo:

Publicidade
Posts
Relacionados
Publicidade