•  
  •  
  •  
  •  

2020 foi um ano bem diferente de qualquer outro. Empresas de todos os tamanhos e governos, novos e antigos, tiveram que mudar em todos os sentidos e a tecnologia ajudou a gerenciar essas mudanças. Seja Blackboard, Zoom, Netflix ou qualquer outra ferramenta, a tecnologia está presente para ajudar a preparar refeições, ensinar nossos filhos, colaborar com colegas de trabalho e até mesmo nos divertir depois de mais um dia em casa.

2020 acelerou nossa mudança para um mundo totalmente digital e, provalvemente, não voltaremos mais para a vida analógica. Graças a essa aceleração, acho que 2021 será a base de lançamento para todos os tipos de mudanças tecnológicas, apesar de uma minoria ainda insistir no retrocesso.

Veja abaixo algumas das áreas que mudarão nossas vidas nos próximos anos.

A nuvem estará presente em todo lugar

Os dias em que os recursos de nuvem eram centralizados em Data Centers estão se esvaindo rapidamente. Hoje, os aplicativos baseados em nuvem podem ajudar a impulsionar o desempenho de navios em alto mar, aviões cruzando o céu e em nossos carros e casas conectadas. O acesso à computação e armazenamento da nuvem está chegando cada vez mais longe, até às comunidades rurais, regiões mais remotas do mundo e até mesmo à órbita próxima à Terra.

Em termos práticos, a nuvem está acessível em praticamente todos os lugares e não é apenas o alcance que importa, a velocidade das conexões também. O 5G, por exemplo, se estende até a ponta das redes e permite que o trabalho computacional real seja realizado. Isso é importante porque as tarefas agora podem começar a acontecer onde os resultados são mais necessários.

Veremos carros sem motorista se tornarem reais e teremos conversas mais naturais com serviços de voz, como a Alexa, em fábricas, residências e escritórios, fazendo com que esses setores sejam cada vez mais eficientes e flexíveis. Se o Game é a sua praia, você não precisará mais ficar preocupado se o lag vai atrapalhar sua experiência e suas habilidades estarão com força total, onde quer que você esteja.

A Internet do aprendizado de máquina (ML)

Geramos mais dados em uma hora, do que foi criado em todo o ano 2000 e mais dados serão criados nos próximos três anos do que nos últimos 30. Em 2020, seja você um cientista de dados ou não, obtivemos uma ampliação dessa curva de dados crescente à medida que pesquisadores científicos, empresas farmacêuticas, governos e institutos de saúde direcionaram todos os recursos para o desenvolvimento de vacinas, novos tratamentos e outros meios para ajudar a população mundial a permanecer saudável durante a pandemia.

Esses esforços exigiram a geração e o processamento de grandes quantidades de dados. A única maneira realista de lidar com todas as informações é usar ferramentas de ingestão e agregação, combinadas com modelos de aprendizado de máquina (ML), que ajudam a entendê-las. Não é à toa que o ML se tornou bastante popular este ano.

Em 2021, veremos a adoção acelerada de modelos de ML em todos os setores e governos. Na fabricação, o ML será incorporado às linhas de produção com capacidade de detectar anomalias de produção em tempo real. Na agricultura, os modelos de ML ajudarão os agricultores no gerenciamento inteligente de recursos preciosos, como o solo e a água. Isso acontecerá em várias partes do mundo, onde os pequenos agricultores são a maioria, como no sudeste da Ásia e na África. Essas regiões receberão modelos de ML para novos aplicativos e será possível coletar dados mais perto do limite, aumentando a produtividade das safras e encontrando o melhor preço para a produção.

Em 2021, imagens, vídeo e áudio falarão mais do que palavras

Especialistas em tecnologia já falam sobre a morte do teclado, devido ao rápido crescimento da computação ativada por voz e a ascensão das interfaces de usuário que permitem que os humanos se comuniquem com as máquinas e uns com os outros, de maneira mais natural.

Nos próximos meses e anos, possivelmente os teclados continuarão a desaparecer de uma forma mais evoluída. No ano passado, quando todos entramos nas profundezas da quarentena, cada vez mais nos comunicamos por áudio, vídeo e imagens. Como resultado, a quantidade de texto que consumimos em nossas telas está sendo reduzida à medida que fazemos mais uso de recursos multimídia para nos comunicarmos.

As empresas que desejam permanecer relevantes para os seus clientes precisam estar bem cientes dessa mudança de hábito, em vez de esperar que os clientes interajam com seus produtos e serviços por meio de um teclado, mouse ou outros meios mecânicos. Quando se trata de construir relacionamentos e fazer transações com uma marca, os clientes querem fazer o que é natural para eles. Portanto, as empresas devem explorar esse movimento em direção à interfaces de usuário como voz e outras formas de áudio e vídeo.

A tecnologia transformará mundos físicos e mundos digitais

Em 2020, fomos apresentados ao distanciamento social. À medida que nos distanciamos, tivemos a chance de fazer um balanço para repensarmos como as nossas cidades realmente vivem, respiram e fluem. Muitos dos lugares em que vivemos e trabalhamos foram construídos com base em suposições de décadas ou até séculos, dependendo de onde você mora, que não se sustentam mais ou, ou não funcionaram bem em uma pandemia.

Com a ajuda de análises de dados avançadas, começaremos a descobrir como projetar nossas cidades com a realidade do distanciamento social, mas sem a sensação de estarmos separados. Novos planejamentos vão considerar como podemos tornar nossas comunidades mais saudáveis ​​e seguras e não apenas mais densas e eficientes. É a verdadeira convergência entre o digital e o físico.

Com o EAD o aprendizado remoto ganha seu lugar na educação

Recentemente, observei meus filhos, que estão no Ensino Fundamental e Universidade, utilizando o Google Meet e Microsoft Teams para acompanharem seus trabalhos com os professores e interagirem com os amigos nas aulas online. Ferramentas como essas explodiram nesta nova realidade de educação remota. A tecnologia e o acesso a ela desempenharam um papel importante na educação das crianças e adolescente, durante esta pandemia.

Em 2021, vamos provar que o aprendizado à distância pode funcionar e pode ser uma opção melhor para alguns, tendo um papel positivo e mais persistente na educação. Não precisamos de uma crise global de saúde para que as aulas online façam sentido. Ter opções de ensino e trabalho à distância, amplamente disponíveis a qualquer momento, significa que as crianças podem ficar em casa quando estiverem doentes, sem ficarem para trás no aprendizado.

Onde houver conexão com a internet, existe a possibilidade de algum tipo de ensino ou trabalho remoto. Deixando claro que isso é apenas uma opção, pois nada pode substituir a experiência de enviarmos nossos filhos para as salas de aula. Mas, é lógico que salas de aula remotas podem oferecer aos sistemas escolares a flexibilidade de responder à eventos imprevistos, sejam pandemias, desastres naturais ou calamidades provocadas pelo homem, continuando a educação dos alunos e preparando-os para o futuro.

Pequenas empresas correrão para a nuvem

Nessa mudança massiva que está em andamento, as pequenas empresas começarão a fazer uso da tecnologia de nuvem avançada para alcançarem seus clientes. Veremos uma explosão de tecnologias de alto nível e provedores de serviços que atendem à essas pequenas e micros empresas. Por sua vez, isso ajudará as pequenas empresas a fazerem tudo, desde ativar um Chatbot para ajudar a responder às perguntas mais frequentes, até colocar um sistema de gerenciamento de relacionamento com o cliente em funcionamento e em execução em apenas alguns minutos.

As pequenas empresas podem obter os benefícios de arquiteturas e aplicativos sofisticados, sem ter que investir tempo e dinheiro para construí-los. A tendência de nuvem em todos os lugares, descrita acima, está permitindo essa mudança junto com a experiência que a maioria das pequenas empresas enfrentou no ano passado.

Em muitos casos, a diferença entre sobreviver, ou não, era a capacidade de alavancar uma nova tecnologia. Apenas 47% das pequenas e médias empresas no Brasil têm seu próprio site, criado com qualidade. Esperamos que esse número cresça em 2021. À medida que essa tendência se expande globalmente, devemos olhar para as nações do Sudeste Asiático como Indonésia, Filipinas, Tailândia, Vietnã e da África, como Quênia, Nigéria e África do Sul, que irão liderar esse novo caminho tecnológico.

A Computação Quântica começa a acelerar

Já vimos repetidamente que, se você pode democratizar a tecnologia mais avançada e complexa e torná-la mais acessível, disponível e compreensível para o maior número possível de pessoas, grandes coisas irão acontecer. A Amazon anunciou no Invent 2019 o Amazon Braket, um serviço de computação quântica totalmente gerenciado, que ajuda pesquisadores e desenvolvedores a utilizarem a tecnologia para acelerar suas pesquisas e descobertas. Em 2020 esse serviço da Amazon foi disponibilizado para todos.

Não há dúvida de que estamos nos estágios iniciais dessa abordagem alucinante da Computação Quântica, mas esse é um ponto especialmente importante, neste momento exploratório, onde devemos utilizar o maior número possível de pessoas e permitir que seus cérebros estejam envolvidos nessa tecnologia.

À medida que as empresas e instituições começam a experimentar a Computação Quântica pela primeira vez e à medida que essa experiência começar a se mover além do mundo acadêmico, veremos planos de negócios e as primeiras sementes de produtos e serviços que giram em torno desse futuro quântico.

O espaço, a fronteira final

A tecnologia tem o poder de ajudar todos ao redor do mundo a viverem uma vida melhor e a Terra já está ficando pequena para esses novos avanços tecnológicos. Em 2019, a Amazon lançou um serviço chamado AWS Ground Station. Ele permite controlar as comunicações por satélite, processar dados e dimensionar operações sem se preocupar com a construção ou gerenciamento de uma infraestrutura gigantesca de uma estação terrestre.

Já estamos vendo o poder de acessar e processar dados de satélite, que ajudam os pesquisadores a rastrearem a recessão glacial, possibilitam que as agências marítimas protejam as reservas marinhas vulneráveis ​​e os agrônomos consigam prever como será o abastecimento de alimentos para o nosso mundo.

Novas startups estão procurando estabelecer uma nova geração de redes rápidas e seguras no espaço sideral. Ao tornar o acesso ao espaço acessível e disponível para todos os desenvolvedores, começaremos a ver as inovações que ajudarão nosso Planeta à crescer e prosperar.

A importância de uma política de crescimento tecnológico no Brasil é de vital importância para que possamos fazer parte desse novo século XXI. O Mundo está mudando com muita rapidez e devemos construir nossa ponte para o futuro.


Visite o Site da Amazon e Encontre Tudo Sobre Tecnologia.

Acesse Aqui: