•  
  •  
  •  
  •  

Um Aplicativo permite velocidade e mobilidade, mas para isso precisa estar constantemente atualizado e pronto para o Sistema Operacional escolhido. Abaixo vamos listar o que pode causar a falta de usuários e, lógico, menos downloads para o seu App. Isso pode acontecer com inúmeros erros em cada etapa do desenvolvimento e esta lista de armadilhas devem ser evitadas durante o desenvolvimento do seu Aplicativo.

Definição de Metas

Você pode querer desenvolver o que a concorrência oferece, esquecendo que seus usuários podem precisar de algo totalmente diferente. Outras vezes, a tarefa pode ser definida de acordo com as preferências pessoais de cada desenvolvedor, que acabam gostando de certo segmento, mas os clientes reais não têm nenhum interesse por isso. Portanto, o primeiro passo deve ser sempre a pesquisa do usuário, devemos descobrir o que os usuários realmente precisam. Comece a desenvolver as especificações técnicas depois de estudar sua base de usuários.
Se as especificações forem escritas, sem uma pesquisa baseada nas necessidades específicas do cliente, descobrir a raiz do problema, mais tarde, será extremamente difícil. Se o seu aplicativo quase não for usado, você ficará se perguntando o que mais pode estar errado: a tecnologia escolhida, a equipe de TI ou os Designers UX.

O Problema da Customização

O WeChat chinês é um aplicativo que serve para tudo. É tão amplo, que encontrar o ambiente certo leva muito tempo. Então, novamente, lançar um aplicativo separado, com um fornecedor independente para cada tarefa, é tão ruim quanto. Se eu quiser criar um banco on-line como pessoa jurídica e como pessoa física, não espero ter que manter dois aplicativos diferentes em cada dispositivo. O caminho certo aqui é encontrar um equilíbrio entre os dois extremos.

Problemas de Recursos

Dois problemas frequentes que surgem são: muitos recursos ou poucos recursos. Ter um produto que faz muitas coisas também não é uma ideia muito boa. O que um aplicativo deve fazer é simplificar as coisas básicas. Integrar tudo tornará a navegação muito mais complicada e uma IU que funciona em um navegador de desktop pode ser algo terrível para alguém que usa um smartphone. Você deve saber especificamente o que o cliente precisa e se concentrar apenas nisso. É aqui que entra o Dois problemas frequentes que surgem são – muitos recursos, poucos recursos. Ter um produto que faz muitas coisas também é uma má ideia. O que um aplicativo deve fazer é simplificar as coisas básicas. Integrar tudo tornará a navegação muito complicada – uma IU que funciona em um navegador de desktop pode ser terrível para alguém que usa seu smartphone. Você deve saber especificamente o que o cliente precisa e se concentrar apenas nisso. É aqui que entra o Design UX.

Implementação: plataforma cruzada vs nativa

Existem tecnologias de desenvolvimento para aplicativos que são intrinsecamente compatíveis com todos os sistemas e aquelas que são nativamente projetadas para cada implementação específica. No primeiro caso, uma única base de código deve oferecer suporte à dispositivos Android e iOS. Neste último, os custos de desenvolvimento e manutenção quase dobram. Ter o mesmo código funcionando em plataformas diferentes, leva à questão de selecionar uma ferramenta de plataforma cruzada certa a ser usada e essa decisão será orientada pelas tarefas específicas que seu o serviço deve executar.
Estruturas novas e promissoras e soluções de plataforma cruzada podem morrer rapidamente. Você deve acompanhar como uma determinada tecnologia está crescendo e se desenvolvendo a todo momento.

Contratação ou Desenvolvimento Interno

Fazer as coisas por conta própria ou terceirizar um projeto é uma questão de recursos. O desenvolvimento interno exige uma alocação cuidadosa de recursos. Então, novamente, selecionar um fornecedor externo é sempre a melhor solução. Você pode encontrar uma empresa com alguns projetos em seu portfólio, mas precisa decidir se ela está realmente preparada para o desenvolver o seu App. Os fatores a serem considerados aqui são o profissionalismo e a experiência do seu fornecedor, a experiência da equipe específica que faz o trabalho e a sua própria capacidade de monitorar e orientar o progresso do desenvolvimento.

Sempre aconselho a escolha de uma empresa para desenvolver os projetos tecnológicos da sua marca, pois é muito complicado contratar uma equipe preparada para criar o seu App, Web ou IoT.

Comunicação Entre as Equipes

A opção ideal é um link de equipe para equipe.
Algo que devemos notar aqui, é a análise de custos e a reconciliação das avaliações de ambos os lados. É fundamental que você avalie sua preparação técnica de forma adequada e se você está pronto para fazer a sua parte, que pode ser o fornecimento de uma API ou algum outro conjunto de recursos para essa comunicação.

Segurança Acima de Tudo

Trabalhamos com dados sigilosos, o que torna a segurança uma prioridade desde o início do projeto. A integração sempre começa com uma auditoria de software e não podemos confiar apenas na boa fé dos desenvolvedores, uma equipe profissional deve verificar o seu trabalho primeiro. Os aplicativos devem incluir soluções tecnológicas para protegê-los de códigos maliciosos e vazamento de dados. Isso é obrigatório! Você é responsável pela verificação de segurança do seu produto.
Existem diretrizes para ajudá-lo com isso, que oferecem essencialmente uma lista de vulnerabilidades generalizadas que podem prejudicar em seu desenvolvimento. Cada vulnerabilidade é fácil de evitar, desde que o desenvolvedor esteja ciente disso, mas é muito fácil ignorar algumas delas conforme você avança. Portanto, sempre discuta tudo no primeiro dia e sempre solicite um teste independente antes do dia do lançamento.

Avaliação da Loja de App

Assim que o seu aplicativo estiver pronto para ser lançado no mercado, ele precisa ser enviado para revisão. A Play Store do Android faz isso automaticamente, enquanto a App Store do iOS tem um revisor individual que vai baixar o seu aplicativo e verificar se o desempenho está em conformidade com os requisitos do iOS. Quaisquer violações ou problemas exigirão mais uma verificação antes que o aplicativo seja lançado. Cada um desses ciclos leva pelo menos um dia ou até mais. Portanto, sempre prepare tudo com antecedência para evitar atrasos desnecessários.

Comentários

Em primeiro lugar, você deve ver o que os clientes dizem sobre o seu aplicativo na App Store e no Google Play. Se você se recusar a responder ou fazer as alterações, sua classificação vai piorar e clientes insatisfeitos significam comentários mordazes e primeiras impressões péssimas. Em segundo lugar, você pode querer pensar em um canal alternativo para feedback: forneça um número de telefone ou botão de suporte no próprio aplicativo, de preferência à vista. Se o seu cliente não sabe onde pode resolver o problema que está tendo, provavelmente ele irá reclamar na seção de comentários do usuário, para que todos vejam o problema.

Monitoramento de Atividades

Se você tem 100.000 clientes e apenas dez downloads, comece procurando onde está o problema. Talvez seu aplicativo tenha sido muito baixado, mas não é realmente usado, ou os clientes apenas o abrem uma vez e nunca mais voltam. Qual seria a razão? A análise do comportamento do usuário pode ajudá-lo a descobrir. Existem muitos serviços hoje em dia que coletam dados analíticos para você. Encontre uma maneira de analisar os dados com precisão e tirar as conclusões certas. Isso é algo que precisa ser considerado no início, então defina a tarefa logo no início.

Por: Hugo Machado

Você Encontra Toda a Linha de MacBooks no Site das Americanas

Acesse Aqui: