•  
  •  
  •  
  •  

Podemos dizer que WandaVision tem sido um sucesso incrível para a Marvel. Com a série chegando ao fim, os fãs aplaudiram muito esse primeiro conteúdo da Casa de Ideias para o Disney+.

Como sempre, aviso de spoiler para WandaVision

Além de bem escrita, e recheada de Easter Eggs, WandaVision é visualmente deslumbrante. Começando com o preto e branco de 1950, os episódios nos levam por décadas de sitcoms clássicas, terminando no moderno universo cinematográfico da Marvel. A série é bem planejada e uma de suas maiores qualidades é a atenção aos detalhes, tanto no roteiro quanto na aparência.

A fotografia de WandaVision fica por conta de Jess Hall, cujo trabalho anterior inclui filmes como “O Maravilhoso Agora” e “Chumbo Grosso”, além de comerciais premiados. WandaVision, entretanto, é o seu primeiro trabalho em uma série para televisão.

Hall fez uso de 47 lentes diferentes, algumas modificadas para criar as sete épocas de várias sitcoms em WandaVision e passou um tempo estudando cuidadosamente o estilo de iluminação, a composição e o movimento das câmeras.

Com o penúltimo episódio da série já disponível no Disney+, Hall falou com a Revista Variety sobre as suas influências e como utilizou certas lentes para dar continuidade à história de amor do casal de heróis, que o MCU mostrou no cinema.

O ponto de partida para o visual geral dos episódios de WandaVision foi pesquisar sitcoms antigas. Ao lado do diretor Matt Shakman, Hall criou um documento que listava a série, a iluminação e várias lentes usadas ao longo dos anos. Isso, junto com a criação de uma paleta de cores específica para os departamentos de arte e guarda-roupa usarem, garantindo que o visual de cada época fosse o mais autêntico possível.

Algo que WandaVision fez bem, foi mudar a era da sitcom para o MCU moderno, isso ajudou a criar uma tensão na história e o histórico cinematográfico fez com que o espectador acreditasse no que estava acontecendo na tela. Um exemplo perfeito é o momento em que Mônica é expulsa do Hex de Wanda, fazendo a transição da falsa realidade do seriado dos anos 70 para os dias modernos.

Uma das influências que Hall usou, que era facilmente acessível, foram os filmes anteriores da franquia MCU. Garantir que os personagens familiares dos filmes parecessem iguais na televisão era muito importante. Os telespectadores podem não ser capazes de identificá-las, mas haverá cenas nos próximos episódios que parecem ter sido retiradas diretamente de “Vingadores: Guerra Infinita” ou “Ultimato”.

Isso é muito deliberado da parte de Hall, pois ele usou as mesmas lentes Ultra Panavision que foram desenvolvidas para esses filmes. Com uma história tão complicada, é importante trazer um elemento de continuidade.

Um dos maiores momentos da série, até agora, aconteceu no episódio 7, quando foi revelado que a vizinha Agnes era, na verdade Agatha Harkness, que havia planejado suas ações desde o início. As fotos de sua esquete “Agatha All Along” foram todas filmadas como parte das cenas e não todas de uma vez. É comum que sequências como esta sejam todas filmadas juntas, mas para WandaVision era importante manter as coisas tão reais quanto possível, por isso foram filmadas lado a lado.

Os cineastas foram detalhistas nas filmagens de WandaVision e por isso a série está com um sucesso enorme, o que nos deixa bastante animados para O Falcão e o Soldado Invernal, Loki e as outras que estão à caminho.

A Amazon tem uma loja especial de produtos Marvel.

Acesse Aqui: