|

Share on facebook
Share on twitter

Compartilhe!

Mr. Robot é uma série que precisamos ver, rever e transver, para entendermos a batalha entre Elliot, da Fsociety, contra a E Corp, ou Evil Corp, como ele diz.

Cena de Mr. Robot

Mr. Robot tem um enredo repleto de referências à crescente divisão entre ricos e pobres e também fala sobre o declínio da democracia. Isso tudo forma um clima social e político orientado pela busca incessante e desigual da riqueza. Algo que, infelizmente, o capitalismo liberal nunca nos deixa esquecer. 

Sam Esmail, criador de Mr Robot, é um diretor sortudo poi tem controle completo sobre a sua criação. Afinal, ele escreveu e dirigiu quase todos os episódios da série, sem nenhuma interferência externa. A ideia de controle total permeia todas as cenas de Mr. Robot. Por isso, logo no início da primeira temporada, encontramos nosso personagem principal, um hacker bastante anti-social chamado Elliot, totalmente desconhecido para nós neste momento, conversando com um proprietário de café. Esse proprietário está confiante e lentamente murcha em sua cadeira, pois percebe que Elliot vai expô-lo à polícia e mostrar o seu perfil pedófilo.

Depois dessa cena vemos Elliot discursar para o seu terapeuta sobre como a sociedade está adormecida, inconsciente e irracional, sem ninguém para combater o que ele vê ao seu redor. Logo depois, vemos Elliot encontrando o enigmático Mr. Robot em uma roda-gigante, que lhe oferece a chance de fazer algo que pode mudar o mundo. Mr. Robot diz que Elliot pode retomar o controle das grandes corporações e entregar o poder nas mãos do povo. E assim inicia nossa aventura no universo de Mr. Robot.

Rami Malek é Elliot

Mr. Robot leva o telespectador para várias direções, graças a atuação perfeita dos atores e também porque tem uma trilha sonora variada. As músicas são sempre apropriadas para cada cena e a trilha sonora é perfeita. Cada detalhe, desde pequenos elementos do design, até o roteiro e diálogo da série, é cuidadosamente planejado e executado com perfeição. No entanto, Mr. Robot não é impecável, pois suas ideias às vezes exageram bastante, mas é muito divertido, cativante, intelectual e criativo. Como muitas séries excelentes, Mr. Robot não deixa de fazer perguntas sobre a condição humana, sobre quem realmente está no controle de nossas mentes, e não são pergunta simples. Por isso, a série transcende a tela e consegue instigar o telespectador a encontrar as respostas, junto com Elliot.

Máscara que atormenta Elliot

Mr. Robot não é o primeiro roteiro sobre tecnologia e realidade já lançado. Em 1983 Matthew Broderick teve seu papel de destaque como David Lightman, um adolescente inteligente e entediado em Jogos de Guerra (War Games). No filme, Lightman acessa uma rede de segurança, com um modem pré-histórico e o seu computador, para tentar invadir e explorar um sistema. No entanto, quando se conecta à esse sistema, que é a rede interna de uma empresa de Games, ele quase inicia a Terceira Guerra Mundial. Isso porque essa empresa de Games é, na verdade, o Pentágono e o jogo “Guerra Termonuclear Global”, que ele invadiu, é um sistema autônomo de retaliação nuclear, projetado para lançar milhares de mísseis na URSS. A eterna narrativa da batalha nuclear entre EUA e Rússia.

Portanto, filmes como Jogos de Guerra e séries como Mr. Robot mostram que podemos levantar o dedo médio para os homens de terno que controlam o nosso mundo e derrubá-los, apenas com o clique de um mouse. Seria muito bom se fosse simples assim, mas essas obras ajudam a criar pessoas indagadoras, que não aceitam o sistema que os políticos e empresários oferecem. Sempre é bom lembrar que Mr. Robot estreou na TV no verão de 2015, uma semana depois do mundo rir da notícia de que Donald Trump estava concorrendo à presidência dos EUA.

Elliot e sua irmã Darlene

Aos olhos de Mr. Robot, nossas escolhas foram pré-determinadas há muito tempo e somos todos fantoches do sistema, indefesos e fracos. A série tem críticas afiadas sobre como a tecnologia pode ameaçar ou transformar a sociedade, que não encontra tempo para assimilar o que está recebendo diariamente pela Web. Por causa disso, todos acabam retornando ao seu mundo dominado pelo sistema.

Como Mr. Robot apresenta na série, o controle é apenas uma ilusão, e sempre será. Para escapar desse controle, basta abrir a sua mente.

Todas as Temporadas de Mr. Robot estão disponíveis no Prime Video.

A Amazon tem tudo para você ter um cinema em casa – Clique Abaixo



Publicidade
Publicidade Publicidade
Publicidade

Artigo:

Publicidade
Posts
Relacionados
Publicidade