|

Share on facebook
Share on twitter

Compartilhe!

No filme Minha Vida de Abobrinha, do Mubi, vemos a conexão de Ícaro com algumas crianças de um orfanato, que passaram por circunstâncias bem tristes no passado.

Cena da animação Minha Vida de Abobrinha

O Mubi é um serviço de streaming que tem um catálogo diferenciado e com filmes de vários países que, quase nunca, passam nos cinemas brasileiros. Minha Vida de Abobrinha é adaptado do romance de Gilles Paris, pela roteirista Celine Sciamma e dirigido e ilustrado por Claude Barras. Este filme é sombrio e leve na mesma medida, além de ser engraçado, comovente e profundamente pensativo.

No filme vemos o jovem Ícaro, cuja mãe o apelidou de Courgette, que significa abobrinha em francês. Ícaro é um menino triste que assiste sua mãe beber cerveja demais e gritar com a TV. No entanto, um dia, quando ela ameaça espancá-lo, ele impulsivamente fecha a porta do sótão e provoca a queda fatal de sua mãe. Agora órfão, ele entra no sistema de adoção e um gentil policial chamado Raymond leva Abobrinha para um orfanato. Em sua pequena mochila ele tem apenas duas lembranças do seu pai e mãe: uma pipa com o desenho de um super-herói mascarado e uma lata de cerveja vazia, como a sua vida.

O orfanato tenta afagar as crianças

A animação mostra um orfanato inesperadamente agradável e com funcionários alegres e solidários. Mas o elemento central desta história são as relações de Abobrinha com as outras crianças, todas deslocadas por circunstâncias tristes. Simon é um valentão que provoca todo mundo e logo chama Abobrinha de cabeça de batata. Após roubar a pipa de Ícaro, os dois são enviados ao escritório da diretora e Simon escuta sobre o passado de Abobrinha e resolve ser seu amigo. Nessa hora Simon revela para Abobrinha que seus pais eram viciados em drogas.

Ahmed é um menino do Oriente Médio, cujo pai está na prisão. O pai da tímida Alice abusou dela e por isso ela se esconde atrás de um longo topete loiro. Jujube é hiperativo e adora comida, mas bate o garfo no prato quando tem uma crise. Béatrice usa óculos e espera por sua mãe todos os dias, ficando animada com cada carro que chega ao orfanato. Quando uma nova garota chamada Camille chega, Abobrinha fica apaixonado por ela.

Uma animação inteligente e sensível

Lógico que Simon provoca Camille com comentários e brincadeiras, mas ela mostra gentileza com as outras crianças, que imediatamente passa a confiar nela. Como sempre faz, Simon chama Abobrinha para entram no escritório e eles olham o arquivo de Camille. Os dois descobrem que seus pais morreram em um suicídio assustador.

O filme não mostra detalhes mais realistas de como essas crianças se curam ou se adaptam sem conselheiros, nem psiquiatras, mas essa é a intenção. Minha Vida de Abobrinha não é igual aos filmes de animação atuais, pois envolve adultos e crianças de maneira sensível e inteligente.

Minha Vida de Abobrinha mostra os medos e esperanças de crianças abandonadas

Essa animação do Mubi mostra personagens que lembram brinquedos descartados e, por isso, tem muitos detalhes para torná-los expressivos. O traço mostra sempre bordas desgastadas, certamente para sugerir que eles já foram amados, há muito tempo. Além disso, essa animação apresenta o mundo de crianças perdidas que se encontram, espelhadas umas nas outras. No entanto, seus medos e esperanças, raiva e sorriso, fazem com que elas reencontrem a felicidade.

Veja abaixo o trailer

Minha Vida de Abobrinha está disponível no Mubi

Conheça os Dispositivos Amazon



Publicidade
Publicidade Publicidade
Publicidade

Artigo:

Publicidade
Posts
Relacionados
Publicidade