Na década de 70, Séries e Animes sobre esquadrões espaciais dominavam a TV e ninguém duvidava que a Terra era realmente redonda. Um desses Animes era Esquadrão Arco-Íris (Rainbow Sentai Robin) uma equipe de robôs, liderada por um menino, chamado Robin. Esse Anime foi criado em 1966, no Japão, pela Toei e Studio Zero, a mesma de Super-Homem do Espaço e A Princesa e o Cavaleiro e teve um total de 48 episódios e todos foram apresentados no Brasil, entre 1969 e 1970.

Rainbow Sentai Robin foi um mangá de ficção científica criado por Shotaro Ishinomori, criador de Cyborg 009, e foi publicado pela primeira vez na Shōnen Magazine por um curto período, de janeiro de 1965 a março do mesmo ano. Posteriormente, foi adaptado para um Anime em preto e branco pela Toei Animation, com a assistência do Studio Zero de Fujiko Fujio e foi ao ar na TV Asahi, do Japão, de 1966 a 1967.

A trama segue Robin, filho do Dr. Polto, um cientista alienígena do planeta moribundo de Palta, que foi enviado como um espião para permitir a conquista da Terra e dos seus abundantes recursos. No entanto, o Dr. Polto se apaixonou por uma mulher japonesa humana e abandonou a sua missão. Temendo que as forças de Palta o rastreiem e possam colocar em risco a vida de sua família, ele monta uma equipe de robôs para proteger o seu filho Robin.
Notavelmente essa foi uma das primeiras séries de anime para Toei em que um jovem Hayao Miyazaki, de A Viagem de Chihiro e Meu Amigo Totoro, trabalhou.

Os personagens desse Anime eram fantásticos e incluíam Lili, Wolf, Benkei, Pegasus, Professor e Bell.

Lili é uma enfermeira-robô que pode emitir um raio de luz curativo capaz de consertar qualquer coisa. Ela é muito doce e assume a responsabilidade de preencher o papel de mãe, na vida de Robin.

O Lobo é super rápido e um atirador experiente com a mira mais precisa do que qualquer máquina.

Benkei é forte como o ferro e além de ser o músculo do grupo, tem um compartimento no peito no qual o Professor e Bell podem entrar.

Pegasus transforma-se de robô em foguete e voa em velocidade super-rápida, além de poder virar um submarino.

Bell, é um gato que age como um radar falante e também pode codificar qualquer sinal ou onda de rádio.

E por último, temos o Professor, um gênio da ciência e pesquisador que se orgulha de sua inteligência e não tem medo de dizer isso.

Imagem Colorizada de um Episódio

Robin tem uma arma de raios, além de ser um lutador treinado altamente qualificado. Junto com sua família de robôs, Robin e o Esquadrão Arco-Íris são uma equipe de combate sensacional. Eles não só podem lutar na Terra, mas também podem levar a guerra ao espaço e enfrentar naves alienígenas.

Esquadrão Arco-Iris merecia um Reboot ou quem sabe até um filme, pois apresenta personagens bem interessantes e que podem ser explorados com os recursos tecnológicos atuais. Fique abaixo com a abertura de Esquadrão Arco-Íris.

A Amazon americana tem um Bom com DVDs do Anime Esquadrão Arco-Íris.

Acesse Aqui: