•  
  •  
  •  
  •  

Possibilidade de Spoilers

Desde que Steve Rogers passou seu escudo para Sam Wilson em Vingadores: Ultimato, foi só uma questão de tempo até que o Falcão voasse como Capitão América no Universo Cinematográfico da Marvel. Enquanto O Falcão e o Soldado Invernal viram Wilson lutar contra o legado do escudo, antes de reivindicá-lo como seu, para realmente passar a ser o Capitão América, nos quadrinhos da Marvel essa história foi bem diferente.

O Falcão foi apresentado pela primeira vez no Capitão América #117 de Stan Lee e Gene Colan e Sam Wilson rapidamente ganhou destaque como amigo próximo de Steve Rogers. Depois de um encontro fatídico com o vilão Iron Nail, Steve Rogers perdeu seus poderes e começou a envelhecer rapidamente. Inapto para o serviço como herói, o enfermo Rogers escolheu Wilson como o seu substituto, na HQ escrita por Rick Remender e Carlos Pacheco, Capitão América #25 de Stuart Immonen.

A primeira missão de Wilson com o escudo em Remender, no novo Capitão América #1 de Immonen, o viu herdar não apenas os deveres do Capitão, mas também os seus inimigos. Aparecendo no radar da Hydra, Wilson foi ajudado por Misty Knight, que o informou sobre as recentes aventuras da Hydra, que envolviam a infiltração em vários grupos de heróis. Enquanto tentava evitar o lançamento de uma arma biológica esterilizante, Wilson descobriu um plano para desacreditá-lo, que envolvia informações falsas e estereótipos raciais. Embora nenhum dos dois esquemas tenha se concretizado, o encontro prenunciou as principais questões definidas para atormentar Sam, durante o seu período como Capitão América.

Em Capitão América de Nick Spencer e Daniel Acuña: Sam Wilson #1, O Falcão se separou da S.H.I.E.L.D. e também do governo. Temendo que o país estivesse mais dividido do que nunca, sua decisão de se envolver na política, para iniciar uma mudança, foi criticada por aqueles que acreditavam que o Capitão América deveria ser imparcial. Enquanto alguns apoiavam o seu ativismo social, aqueles que se opunham o rotulavam como uma figura politicamente divisora. Em última análise, o desejo de Wilson de proteger e melhorar o seu país, foi continuamente superado por aqueles que o consideravam indigno de fazê-lo.

Mais tarde, em Avengers: Standoff!, Wilson foi forçado a refutar publicamente a intenção da S.H.I.E.L.D. de criar um Cubo Cósmico. O projeto, conhecido como ‘Kobik’, foi concluído em segredo e mais tarde usado para que Steve Rogers recuperasse o seu poder. Com a sua juventude e os seus poderes restaurados, ele atuou ao lado de Wilson novamente como Capitão América, mas um alvoroço alimentado por diferenças políticas e discriminação racial, temas que Wilson enfrenta na HQ e na tela, exigia que o escudo fosse devolvido à Rogers.

Depois disso, Wilson foi atacado por um agente dos EUA em uma trama parcialmente criada pelo próprio Steve Rogers, ou melhor, foi descoberto que tudo foi criado por uma versão alternativa de Steve Rogers, que era totalmente leal a Hydra. Sem saber disso, Wilson e o novo Falcão, Joaquín Torres, tentaram provar a inocência de um vigilante indevidamente condenado, o personagem Rage. Apesar dos esforços, Rage foi preso e, mais tarde, espancado até quase morrer. Esse fracasso, combinado com uma série de eventos recentes, culminou na reconsideração de Wilson sobre sua carreira como Capitão América.

Apesar disso, seu mandato não terminou completamente aí, já que mais tarde ele voltou à luta em Império Secreto, onde a Hydra, sob o comando do agente adormecido Rogers, assumiu o controle do País. Procurando inspirar uma revolta, Wilson pegou o escudo e mais uma vez voltou à ser o Capitão América

Quando o verdadeiro Steve Rogers voltou, Wilson renunciou ao cargo para ajudar seu amigo a reconquistar a confiança do público, após a mancha que a Hydra causou em sua reputação. Este lado altruísta está em consonância com o caráter de Wilson, pois o que lhe falta em superpoderes, ele compensa com o coração.

Com o final da série O Falcão e o Soldado Invernal, onde Sam resolveu ser o novo Capitão América, além da notícia sobre o quarto filme do Vingador, podemos ter um futuro bastante interessante para o Universo Marvel no cinema e no Disney+.


Visite a Seção Especial Marvel na Amazon.

Acesse Aqui: