|

Share on facebook
Share on twitter

Compartilhe!

Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’s Day Off), de 1986, mostra um adolescente confuso sobre a família, a escola, os amigos e o que o futuro pode trazer.

Essa comédia produzida na década de 80, nos permite experimentar a maestria, a glória, a diversão e o poder de estar no controle do nosso destino. O filme mostra o que é ficar, pelo menos por um dia, despreocupado e com liberdade total. Quase todo adolescente tem esse dia de rebeldia, ou até vários dias, onde questiona se aquilo tudo vale à pena.

No Filme vemos Ferris, interpretado por Matthew Broderick, dizer: Já disse uma vez. Vou repetir: a vida passa muito rápido; se você não consegue parar e olhar em volta, pode perder. Assim ele inicia o seu dia de aventura com os amigos Alan Ruck, Cameron Frye e Sloane Peterson, Mia Sara. A comédia mostra aquela fantasia de onipotência que todo adolescente tem e cria um mundo onde adultos e figuras autoritárias, podem ser manipulados.

Ferris, um brilhante aluno do North Shore, finge estar doente para passar um dia com a sua namorada, Sloane e o seu amigo, Cameron. No início, matar aula é tudo que ele tem em mente, especialmente depois de convencer Cameron a pegar a Ferrari vermelha de seu pai, um carro adorado mais do que o filho.

A partir daí os Três iniciam uma aventura em Chicago e visitam vários locais turísticos, como a Sears Tower, onde acontece um momento estonteante. Nesse local os adolescentes se inclinam para a frente, pressionam suas testas contra o vidro e olham diretamente para os minúsculos carros e pequenas partículas de vida lá embaixo. Nessa hora os personagens começam a falar sobre suas vidas e isso introduz, sutilmente, um tema oculto do filme, que é Ferris ajudando Cameron a ganhar auto-respeito e ter rebeldia para combater o materialismo e a tirania do seu pai.

Curtindo a Vida Adoidado é uma comédia despretensiosa, como várias da década de 80, que resistiu ao tempo e ainda pode agradar àqueles jovens que enfrentam escolas opressoras, que não libertam os seus alunos.

O Filme tem uma trilha sonora excelente e uma dessas músicas está presente na inesquecível cena do desfile pelas Ruas de Chicago. Na cena vemos Ferris pulando para um carro alegórico, onde pega um microfone e canta Twist and Shout, enquanto a banda canta e dança com ele. Se você está de mau humor, basta assistir essa parte do filme para alegrar um pouco a sua vida. A cena é histórica e mostra bem o espírito que o filme pretende passar.

O filme foi dirigido por John Hughes, o filósofo da adolescência, cujos créditos incluem Gatinhas & Gatões (Sixteen Candles), Clube dos Cinco (The Breakfast Club) e A Garota de Rosa Shocking (Pretty In Pink). Em todos os seus filmes, os adultos são criaturas estranhas e distantes, que amam os seus adolescentes, mas não conseguem entendê-los completamente. É o que vemos no filme, onde todos os adultos, incluindo o desajeitado reitor do colégio, Jeffrey Jones, são estúpidos e arrogantes. Todos eles são bem diferentes de Ferris Bueller que é leve, extravagante e feliz.

Assista Curtindo a Vida Adoidado e tente se livrar desse refrão dos Beatles.

Well, shake it up baby now
Twist and shout

Você encontra Curtindo a Vida Adoidado em Blu-Ray ou no Streaming.

Na Amazon você encontra Curtindo a Vida Adoidado em Edição Especial de Colecionador



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Artigo:

Publicidade
Posts
Relacionados
Publicidade