•  
  •  
  •  
  •  

Depois de alguns meses em quarentena é inevitável uma comparação com o filme Janela Indiscreta, de Alfred Hitchcock, esse clássico de 1954 é o exemplo máximo, do voyerismo do Cineasta. Janela Indiscreta mostra Hitchcock como um cineasta forte, que adora criar protagonistas que mostram essa força, e isso acontece com Jefferies, um fotógrafo que quebrou recentemente a perna e está restrito a uma cadeira. Na cena de abertura, onde os créditos são mostrados, percebemos uma relação com o enredo que se segue e Hitchcock criou uma excelente oportunidade para definir o tom do filme. Ele também cria uma atmosfera de suspense, quando uma cortina de bambu é levantada e o pátio é mostrado, em torno do qual gira todo o filme.

O Filme mostra a história de Jeff, que passa seus dias e noites observando os vizinhos com um par de binóculos. O público vê a vida através dos olhos do personagem, que observa tudo da janela do seu apartamento. Dessa janela podemos ver um pátio e uma série de janelas diferentes que representam as diferentes formas de vida na América dos anos 1950. Ao longo deste filme, o público vê muitos personagens e cada janela representa um estilo de vida diferente e trechos dessas vidas, como Jefferies os vê. Existem três protagonistas principais no filme, o primeiro é Jefferies, o segundo que é a namorada de Jefferies (Lisa) e o terceiro que faz o papel da enfermeira de Jefferies (Stella). Ao longo do filme as relações entre esses protagonistas principais mudam devido à mudança de acontecimentos que se desenrolam diante de Jefferies, quando ele acredita que um dos vizinhos, que ele observa, comete o assassinato da esposa. Sua namorada, Lisa, é representada como uma mulher perfeita, elegante e bonita. Sempre que ela é exibida no filme a iluminação utilizada valoriza e amplia seu brilho. Deixando a personagem, interpretada por Grace Kelly, sempre extremamente elegante e graciosa.

O visual de Janela Indiscreta apresenta, claramente, uma estrutura paralela na qual cada personagem está vivendo o seu dia a dia, como a vida dos seus vizinhos que você acaba vendo todo dia, sem conhecer a realidade de cada um. Podemos ver pessoas se barbeando, acordando de manhã e atendendo ao telefone, o tipo de comportamento visto como atividades cotidianas normais. Isso representa o fato de que cada uma dessas janelas mostra uma prévia de como era a vida normal de um americano que vivia nos anos 1950. Mas esses personagens, embora vivam tão próximos uns dos outros, quase nunca interagem ou se encontram, como são os nossos vizinhos reais que vemos pela janela. Alguns desses personagens incluem, um casal recém-casado e feliz, uma dançarina solitária, um compositor e Thorwald, o assassino. Todas essas pessoas diferentes são vistas através das janelas e suas histórias se encaixam perfeitamente, com a música sendo utilizada para dar continuidade a cada cena, mostrando o que pode acontecer a seguir.

Os noivos que são vistos através dos binóculos, criam uma forte representação de como Jeff e Lisa poderiam ser. No início do filme, Lisa e Jeff são vistos como bem distantes um do outro e quase como estranhos. Existe, no entanto, uma forte amizade com a enfermeira Stella. Conforme o filme continua, o relacionamento de Lisa e Jeff vai mudando, e Lisa logo se torna as pernas de Jeff, quando ela começa a investigar os acontecimentos no apartamento em que Jeff suspeita que aconteceu um assassinato.

Janela Indiscreta mostra um personagem isolado do mundo e que passa a viver a vida de seus vizinhos com momentos de alegria, surpresa, espanto e medo. Os binóculos são os seus olhos e também a visão da câmera, que com suas panorâmicas e zoom vão mostrando cada detalhe da vida particular dos vizinhos de Jeff. O filme prende o espectador desde o início e ficamos esperando a surpresa da próxima cena.

O som neste filme ajuda o público a interagir com cada cena, atraindo e dando pistas de onde a próxima ação vai acontecer. Todos os personagens desempenham um grande papel na representação dos anos 1950 e nos estereótipos que acompanharam aquela época específica. Janela Indiscreta é um filme espetacular por causa do personagem de James Stewart, ou que pela presença de Grace Kelly que, mesmo sem dizer uma única palavra, sempre preenche a tela quando aparece. Mas não é apenas pelo elenco que Janela Indiscreta tornou-se um clássico do cinema. O filme é grandioso e inesquecível, porque ainda não criaram outra obra cinematográfica que chegasse tão perto desse voyerismo clássico de Janela Indiscreta e presente em vários filmes de Hitchcock.

Janela Indiscreta aparece algumas vezes nos canais da TV por Assinatura, mas você pode assistí-lo também nas Plataformas de Streaming. Depois de assistir você nunca mais vai esquecer de fechar a cortina da sua janela.


Você encontra o Filme Janela Indiscreta e sua Trilha Sonora na iTunes Store:

Janela Indiscreta – Filme

Trilha Sonora de Janela Indiscreta